Menu
SADER_FULL
domingo, 19 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Geraldo quer novo serviço de transplantes em MS

11 Mar 2010 - 16h52Por Fátima News com Assessoria

No Dia Mundial do Rim, deputado se pronuncia na

 

 Câmara e cobra ação para evitar morte de renais crônicos

 

 

 

         O deputado federal Geraldo Resende (PMDB-MS) aproveitou a data desta quinta-feira (11, em que se comemora o Dia do Rim para se pronunciar na Câmara Federal sobre os problemas enfrentados pelos doentes renais crônicos e transplantados em Mato Grosso do Sul. O parlamentar disse que vai trabalhar pela reativação da Central de Transplantes da Santa Casa de Campo Grande e a criação desse serviço no Hospital Rosa Pedrossian e no Hospital Universitário de Dourados.

 

         O deputado explica que parte da emenda de R$ 45 milhões destinada pela bancada federal para o setor de saúde no Orçamento Geral da União/2010 pode ser destinada para ajudar o Estado, os municípios e as instituições hospitalares a estruturarem o setor em Mato Grosso do Sul. “Estamos no aguardo dos projetos a fim de que possamos trabalhar a liberação desses recursos”, explica.

 

Geraldo Resende lembra que no período em que foi secretário estadual de Saúde em Mato Grosso do Sul ativou a Central de Transplantes na Santa Casa de Campo Grande. Ao deixar a pasta, em março de 2002, a Central registrava a marca de 472 transplantes realizados, sendo 240 de rim, 13 do coração, 217 de córnea e 2 transplantes de válvula cardíaca.

 

“Precisamos fazer um esforço conjunto, envolvendo o gestor estadual, os gestores municipais, as instituições ligadas à saúde e a bancada federal para que possamos acabar com as mortes de pacientes renais crônicos em Mato Grosso do Sul”, salienta Geraldo Resende. “Na questão dos transplantes, temos conhecimento de que atualmente, órgãos captados em MS são encaminhados para outras unidades da Federação tendo em vista que a equipe que atendia na Santa Casa de Campo Grande foi desmantelada e essa situação na pode perdurar”.

 

Com relação a Dourados, Geraldo Resende explica que já enviou ofício e esteve pessoalmente conversando com a direção do Hospital Universitário de Dourados colocando o mandato à disposição para trabalhar pela viabilização dos recursos necessários para a estruturação da Hemodinâmica e de outros serviços, como a Nefrologia, que vai possibilitar a chamada terapia renal substitutiva (que compreende hemodiálise e outros procedimentos para preservar a vida das pessoas) e posteriormente, para a implantação da Central de Transplantes.

 

“É importante que os projetos sejam encaminhados com maior velocidade à Secretaria Estadual de Saúde e ao Ministério da Saúde, bem como discutidos nas instâncias de deliberação do Sistema Único de Saúde (SUS)”, salienta.

 

         Comissão

 

         Geraldo Resende disse que está disposto, inclusive, a marcar uma audiência com o governador André Puccinelli, a secretária estadual de Saúde Beatriz Dobashi e demais autoridades para discutir uma solução urgente para o problema. “Enquanto agente político, luto para preservar a vida e por isso fico triste ao saber que por questões de desentendimento entre a Santa Casa de Campo Grande e a equipe médica, a Central de Transplantes está desativada há um ano”, salienta Geraldo. “É preciso que o gestor estadual e os gestores municipais possam cobrar a ativação desse serviço imediatamente e sou um aliado nessa batalha”.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões
LIÇÕES DA BÍBLIA
Uma rua de mão dupla
LATROCINIO
Dupla invade casa, tranca mulher e crianças em quarto e mata homem degolado