Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 19 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Frigoríficos pedem mais prazo para informar MPF sobre TAC

4 Mar 2010 - 15h04Por Conjuntura Online
Os maiores frigoríficos que operam em Mato Grosso (Marfrig e JBS) solicitaram prazo até 22 deste mês para informar ao Ministério Público Federal se assinam ou não o TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) para comprar animais de propriedades com critérios socioambientais e que não contribuem para o desmatamento na Amazônia.

A decisão ocorreu após representantes do segmento se reunirem nesta quarta-feira (3) com procuradores federais, em Cuiabá.

A ideia básica de cláusulas a serem firmadas é que a indústria aceite matéria-prima apenas de pecuaristas cadastrados no Programa MT Legal, que envolve cadastro de propriedades e posterior licenciamento.

O procurador da República Mário Lúcio Avelar, um dos que conduziu a reunião, esclarece a ideia como instrumento para fortalecer a discussão de licenciamento em andamento no Estado. Vamos buscar a força do mercado para trazer a sustentabilidade", informa o procurador.

"Tudo que não não estiver licenciado, não respeitar licenciamento de propriedade, vai sofrer interrupção (de negócio). O boi dele vai ter dificuldade de comércio", cita um mais exemplo prático. O procurador tem expectativa de que em 15 dias o assunto seja definido.

O presidente do Sindicato das Indústrias de Frigoríficos de Mato Grosso (Sindifrigo), Luiz Antônio de Freitas Martins, afirma que seus associados utilizam bovinos com critério social e verde.

"Nenhuma indústria de Mato Grosso adquire animal de empresa com processo no meio ambiente, trabalho escravo ou pendência na Sefaz", argumenta.

Cerco - O procurador Mário Lúcio Avelar informa que o Ministério Público Federal vai fechar o cerco para também atuar no controle e fiscalização dos financiadores de atividades produtivas que incentivam o desmatamento em Mato Grosso via pecuária. "Queremos trazer para toda a cadeia inclusive o setor financeiro, os que financiam", aponta. 

Leia Também

BAIXA RENDA
Auxílio Gás: governo libera o pagamento no valor de R$ 52
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil tem um aumento e registra 351 mortes em 24 horas
OMICRON
Brasil dobra contágio nas 24h e registra 74,1 mil novos casos de covid-19 e 121 mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Carne e Sangue como nós
ABUSO SEXUAL
Meninas escutam mãe contando de abuso sexual e fazem relato chocante sobre tio-avô
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 24.934 novos casos de Covid-19
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Jovem morre após ser atingido por avião agrícola pilotado pelo pai
TEMPORAL - VIDEO
Forte chuva derruba árvores e deixa 23 mil pessoas sem energia
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 175 novos óbitos, totalizando 620.971
TRAGÉDIA
Deslizamento de terra destroi casarão histórico em Ouro Preto MG