Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 25 de julho de 2021
Busca
Brasil

Fidel alerta universitários cubanos sobre risco de uma guerra nuclear

3 Set 2010 - 14h12Por Conjuntura Online

Vestindo o tradicional uniforme militar verde-oliva e aparentando disposição, o ex-presidente de Cuba Fidel Castro, de 84 anos, afirmou hoje (3) aos estudantes da Universidade de Havana que é necessário manter o alerta sobre a ameaça de uma guerra nuclear no mundo. Segundo ele, a humanidade precisa ser salva dos riscos oferecidos pelas armas nucleares. A aula de Fidel aos estudantes ocorreu nas escadarias da universidade.

"É bem conhecido e eu não tenho alternativa a não ser recordar que não estamos mais vivendo a época das cavalarias”, disse Fidel, referindo-se ao poder destrutivo das armas modernas de guerra."A paz com a paz se paga”, afirmou. “Se queres a paz, prepare-se para mudar sua consciência [o modo de pensar].”

Fidel afirmou que os países que mantêm arsenais nucleares devem renunciar a essas armas em benefício da humanidade. De acordo com ele, há duas tarefas que devem ser desempenhadas de forma imediata para alcançar a paz no mundo. A primeira é discutir medidas para evitar o agravamento dos efeitos causados pelas alterações climáticas. O segunda medida é eliminar as armas nucleares.

As informações são do jornal oficial cubano, o Granma, e da Rádio Cuba Internacional, que é uma das estatais do país. No discurso, o líder revolucionário disse que a alternativa para preservar a humanidade está na distribuição justa da riqueza material e espiritual no mundo.

Em seu discurso, Fidel lembrou que os Estados Unidos foram os primeiros a usar armas nucleares para o ataque, quando bombardearam as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki, em 1945, no final da 2ª Guerra Mundial. Segundo ele, os armamentos em disposição hoje no mundo têm um poder de destruição 440 mil vezes maior do que os que destruíram Hiroshima e Nagasaki.

O tema da ameaça de uma guerra nuclear tem sido constante nos discursos de Fidel. Recentemente, ele convocou uma sessão extraordinária na Assembleia Nacional de Cuba para fazer um discurso semelhante. Na ocasião, ele disse que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, era o único capaz de evitar o uso desse tipo de armamento em um conflito.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foto: Mycchel Legnaghi - São Joaquim online PREVISÃO DO TEMPO
Maior frio do ano? Temperaturas negativas, geada e até neve!
TRABALHO ESCRAVO
Aliciamento de crianças: família de líderes religiosos é presa em operação da polícia
ATO OBSCENO
Homem é detido após entrar nu em culto evangélico
TRAIÇÃO
Vídeo: Mulher flagra marido com travesti dentro do carro e 'pancadaria come solta'
COVID 19 NO BRASIL
Brasil tem 1 órfão por covid a cada 5 minutos: 'Pensamos que crianças não são afetadas, mas sim
SELEÇÃO OLIMPICA
Brasil ameaça passeio em estreia contra a Alemanha, mas desperdiça chance de goleada histórica
TRAGÉDIA NO RIO
Barco vira com nove pessoas matando 3 crianças e 3 adultos
REVOLTA
Mulher tem parte do rosto destruído por ataque de pitbull sem coleira; assista
FLAGRA
Vigilante descobre traição e mata amante da esposa com 3 tiros
SOB INVESTIGAÇÃO
"Te achei!", gritou suspeito antes de matar jovem de 16 anos com 10 tiros