Menu
SADER_FULL
sábado, 23 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Dia Nacional do Campo Limpo atrai crianças em Dourados

18 Ago 2006 - 16h45
Pelo menos 400 crianças de escolas públicas e particulares de Dourados estão participando hoje do Dia Nacional do Campo Limpo, realizado na Central de Recebimento de Embalagens de Agrotóxicos. O evento, que está sendo realizado durante todo o dia, é promovido pela Aregran (Associação das Revendas de Defensivos Agrícolas da Grande Dourados) e inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias), com o objetivo de demonstrar o trabalho de compactação e reciclagem de embalagens vazias de defensivos agrícolas.
Durante o evento, estudantes do ensino fundamental têm a oportunidade de conhecer de perto todo o processo desenvolvido hoje pela Central de Embalagens, que recebe os materiais do próprio produtor rural. O evento também oferece outros atrativos à criançada, como cama elástica, pipoca, algodão-doce e pirulito. O mascote Olímpio – utilizado pelo inpEV nos trabalhos de conscientização ambiental – também é a sensação entre as crianças participantes.
Para a professora Luzanete Ferreira Ramos, que leciona de 1ª a 4ª série na escola municipal Etalívio Penzo, no Parque das Nações II, a participação no Dia Nacional do Campo Limpo foi uma boa oportunidade de demonstrar, na prática, o que é ensinado dentro da sala de aula. “Nós já tínhamos estudado sobre meio ambiente e sobre o processo de reciclagem. No entanto, aqui, eles têm a oportunidade de ver esta realidade de perto”, destaca a professora.
O evento está sendo realizado hoje simultaneamente em todo o país. No Mato Grosso do Sul, além de Dourados, o Dia do Campo Limpo está sendo realizado nos municípios de Ponta Porã, Naviraí, Rio Brilhante, Maracaju, Campo Grande, São Gabriel do Oeste e Chapadão do Sul.
Em Dourados, a abertura do evento teve a participação de diversas autoridades. Em seu discurso, a presidente da Aregran, Leda Xavier, destacou que o processo realizado pela Central de Embalagens depende da participação de agricultores, distribuidores, indústria e também do poder público. “Precisamos atentar para a preservação do meio ambiente, garantindo saúde e qualidade de vida às gerações futuras”, discursou a presidente. “Por isto, estamos investindo na qualificação e treinamento do homem do campo”, acrescentou.
O promotor de Defesa do Meio Ambiente, José Antônio Alencar, disse que o trabalho desenvolvido pela Central de Embalagens demonstra uma preocupação com o meio ambiente nunca antes vista pelo município. “O meio ambiente é de todos e para todos. O trabalho desenvolvido aqui é um grande passo para retomada das matas, dando destinação correta às embalagens de agrotóxicos, que antes poluíam o meio ambiente”, elogiou. O promotor também convidou as crianças a atuarem como fiscais, orientando os adultos e denunciando os casos de agressão ao meio ambiente.
Já o prefeito Tetila lembrou que o trabalho realizado pela Central é um grande “alívio” para o meio ambiente, reduzindo a poluição nos rios, campos, lavouras e fundos de vale. “Antes, grande parte das embalagens de agrotóxicos ficava nas propriedades ou nos rios, acabando com a vida nos brejos, onde está o maior potencial de reprodução da vida de plantas e animais. Hoje, estes produtos recebem a destinação correta”, destacou.
O Dia Nacional do Campo Limpo está sendo realizado durante todo o dia. O evento tem colaboração dos monitores ambientais do município, além de entretenimento promovido pela Lilika Diversões.
 
 
 
Fátima News
 

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro