Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 22 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Detectado foco de febre aftosa no Estado do Amazonas

10 Set 2004 - 17h53
 

O Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) informou hoje a ocorrência de um foco de febre aftosa no município de Careiro da Várzea, na região leste do Estado do Amazonas, próximo à cidade de Manaus. O diagnóstico, realizado pelo Laboratório de Apoio Animal do Mapa, em Belém (PA), confirmou a presença dos sinais clínicos da doença em quatro bovinos com idade entre 12 e 24 meses.

A suspeita foi comunicada pelos proprietários da fazenda, localizada numa ilha do rio Amazonas, no último dia 25 de agosto. A fazenda, que tem um rebanho de 34 bovinos, 15 ovinos e um suíno, não tinha registro de vacinação contra a febre aftosa nos anos de 2003 e 2004, tendo sido interditada. Amostras das propriedades vizinhas também foram coletadas e estão sendo analisadas pelo laboratório oficial.

A região pertence ao Circuito Pecuário Norte, onde o sistema de defesa sanitária animal está em fase de implantação, e tem classificação de alto risco para a doença. Toda a produção bovina destina-se ao consumo local. O Mapa esclareceu que, em razão da localização geográfica da propriedade, o foco representa baixo risco de difusão para as áreas reconhecidas como livres da doença no país.

O rebanho infectado está a 500 quilômetros da atual zona livre de aftosa com reconhecimento internacional e a 350 quilômetros da área livre do estado do Pará com reconhecimento nacional. Como barreiras naturais para a difusão da doença na região, destaca-se a floresta amazônica, rios, lagos e a ausência de estradas de acesso.

O Mapa já enviou comunicação da ocorrência da doença a OIE (Organização Mundial de Saúde Animal), ao Panaftosa (Centro Pan-Americano de Febre Aftosa), aos países vizinhos e aos países e blocos econômicos com os quais o Brasil mantém intercâmbio comercial. Equipes de especialistas da Delegacia Federal do Ministério da Agricultura no Amazonas, em conjunto com o Serviço Estadual de Sanidade Animal do Amazonas, estão adotando todas as providências necessárias ao esclarecimento do ocorrido, ao controle e erradicação do foco.

Serão implantados postos de fiscalização para impedir o trânsito de animais suscetíveis à doença, inspeção clínica em todas as propriedades próximas, vigilância sanitária e a devida investigação epidemiológica para definir a origem da doença, ainda indeterminada.

 

 

Mídia Max News

Deixe seu Comentário

Leia Também

HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada
CARROS SEMINOVOS
Como fazer uma boa escolha de veículos seminovos
LUTO NA TV
Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, vítima de câncer
EM DECLINIO
Covid-19: Brasil registra 21,2 milhões de casos e 590,7 mil mortes
TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas