Menu
SADER_FULL
domingo, 13 de junho de 2021
Busca
Brasil

Demitidos médicos que brigaram durante parto em Ivinhema

25 Fev 2010 - 08h19Por Mídia Max
A Prefeitura de Ivinhema dispensou os dois médicos que brigaram durante um parto ocorrido ontem no município.

Em nota divulgada pela assessoria de imprensa, a Prefeitura informa que os médicos identificados como Orozino e Sinomar “prestavam serviços como plantonistas no Hospital Municipal de Ivinhema e que a municipalidade já dispensou os serviços dos mesmos”.

Conforme a nota, o procedimento para apuração dos fatos já foi instaurado pela auditoria médica municipal do Sistema Único de Saúde com o objetivo de ter uma apuração administrativa imparcial, buscou-se apoio junto à Coordenadoria Estadual de Controle, Avaliação e Auditoria, que disponibilizou técnicos para viabilizar todo o suporte necessário nas investigações. O Município já encaminhou ofício ao CRM (Conselho Regional de Medicina do Estado) relatando o fato ocorrido no Hospital, com uma cópia do Boletim de Ocorrência e ainda solicitou providências. Uma psicóloga para acompanhamento permanente da senhora Gislaine de Matos Rodrigues Santana. O caso

Gislaine de Matos deu entrada no hospital em trabalho de parto acompanhada do médico identificado pelo nome de Orozino, já que foi ele quem fez o todo o pré-natal. Quando ela já estava na sala de parto, iniciado todo o procedimento cirúrgico, o medico plantonista do hospital, Sinomar entrou na sala iniciando um desentendimento entre os dois.

Segundo informações, o médico do hospital teria se sentindo desrespeitado por seu colega estar fazendo o parto, já que ele era o médico plantonista. A discussão acabou evoluindo para agressões recíprocas entre eles, enquanto Gislaine estava na mesa de cirurgia esperando para dar à luz.

Por conta da briga, a mulher ainda em trabalho de parto teve que ser reconduzida a um dos quartos do hospital, interrompendo o parto.

Aproximadamente uma hora e trinta minutos depois, Gislaine foi levada novamente para a sala de parto acompanhado pelo medico Humberto, onde foi submetida a uma cesariana, porém, o bebê nasceu morto.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, pois segundo o site, durante o pré-natal a criança estava bem e durante a briga entre os médicos deixou a mãe muito nervosa, fato que pode ter contribuído para a morte do bebê.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÓDIGO DE TRÂNSITO
Mudanças no código de trânsito brasileiro e suas implicações para motoristas
ESPORTE PELO MUNDO
Em fase artilheira no Cazaquistão, lateral Bryan, ex-Cruzeiro, valoriza presença e relacionamento
FOTO: Só Notícias / Luan Cordeiro / ASSESSORIA COPA AMÉRICA 2021 - NO BRASIL
COPA AMÉRICA: Confira as 06 Seleções que jogarão na Arena Pantanal
biden vacinas capa 696x487 SOLIDARIEDADE
Biden anuncia que vai mandar vacinas para o Brasil e outros países
FENÔMENO RARO
Junho tem Eclipse Solar, Lua de Morango e dia mais longo do ano
PROTESTOS PELO BRASIL
29M pelo fora Bolsonaro chegou a mais de 200 cidades e ganhou as redes sociais
ATENTADO AO PUDOR
Prostitutas exibem partes íntimas no meio da rua, moradores reclamam, Vídeos
NA BRONCA
Bolsonaro aciona STF contra decretos estaduais que impõem restrições para conter Covid-19
BARBÁRIE
Homem encontra partes do corpo do filho em rio
FENÔMENO RARO
Super Lua de Sangue e Eclipse total acontece nesta quarta