Menu
SADER_FULL
segunda, 19 de outubro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

DEM recusa Álvaro Dias e fixa prazo para escolher vice de Serra

26 Jun 2010 - 07h00Por G1

O presidente nacional do DEM, deputado federal Rodrigo Maia (RJ), disse ao G1 que espera até a próxima quarta-feira (30), data da convenção nacional da sigla em Brasília, a escolha pelo candidato tucano José Serra de um nome do partido para ocupar o posto de vice na chapa oposicionista que disputará a Presidência da República.

O PSDB indicou o nome do senador Álvaro Dias (PSDB-PR), com o qual concordaram PPS e PTB, os outros dois partidos que integram a aliança. Mas o DEM não aceitou e reivindica a candidatura a vice.

“É um prazo dado pela própria legislação, o do dia 30. Não temos preferências de nomes, mas queremos que o Serra escolha dentro das lideranças do partido. Desde que o Aécio [Neves, ex-governador de Minas Gerais] disse que não seria mais o vice, a vaga é do DEM. Esperamos que o Serra faça a indicação”, afirmou o presidente nacional da legenda.

Maia não disse que atitude o partido tomará caso o PSDB não indique um vice do DEM. Ele disse não acreditar que Serra não escolha um vice do Democratas.

O deputado federal Paulo Bornhausen (SC), líder do DEM na Câmara, disse que "qualquer coisa pode acontecer". "O clima é muito ruim nas bancadas, entre os convencionais, e são eles que vão tomar uma decisão na quarta-feira. Não estamos fazendo jogo. Estamos exigindo o que é nosso e não abrimos mão de ter o vice”, afirmou.

Nesta sexta (25), Maia viajou para Aracaju (SE), onde tenta resolver, juntamente com o presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra (PE), impasses para aliança local entre as duas legendas. O presidente do DEM afirmou que ficou “surpreso” ao saber da indicação do senador Álvaro Dias (PSDB-PR) como vice.

“Claro que essa questão (indicação) nos pegou de surpresa. Nós esperávamos divulgar juntos o nome do vice, quando houvesse um acerto, mas isso não aconteceu. Claro que não é bom para a aliança esse episódio. Por isso, a importância de o DEM ser o vice na chapa agora”, afirmou.

Apesar de afirmar que não é salutar a indicação feita pelo PSDB, Maia procurou amenizar o estremecimento causado entre as duas legendas.

Ele acatou as críticas feitas pelo deputado federal Ronaldo Caiado (DEM-GO), um dos vice-presidentes da legenda. Caiado defendeu o rompimento da a aliança entre DEM e PSDB, hipótese que preferiu não comentar. “Eu acho que o Caiado tem razão nas críticas, mas tenho certeza de que esse episódio será superado e o Serra vai escolher o vice”, disse Maia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL - 153.905 MORTES
Brasil registra 10,9 mil novos casos de covid-19 em 24 horas
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa paga hoje auxílio emergencial de R$ 300 a 1,6 milhão do Bolsa Família
BRASILEIRÃO
Com possível 'adeus' de Soteldo, Santos vence o Coritiba fora de casa
HORÁRIO DE VERÃO
HORÁRIO DE VERÃO: Brasil não terá horário de verão pelo segundo ano consecutivo
GOVERNO NA CONTRA-MÃO
Bolsonaro: Vacina contra a covid-19 não será obrigatória
BRASIL -152.460 MORTES
Covid-19: Brasil tem 713 óbitos e 28.523 novos casos em 24h
INSS - BLOQUEIO
INSS prorroga interrupção de bloqueio de benefícios
TRAGÉDIA
Bebê de 1 ano morre após ser mordido por cachorro Chow-chow
Coronel Fernanda diz que sobreviveu por obra de Deus SUSTO
Avião com candidata ao senado cai no interior de MT; veja vídeo
FAMOSIDADES
'Não tive outra escolha', diz Suita sobre separação de Gusttavo Lima