Menu
SADER_FULL
sábado, 25 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Contribuintes pagarão menos IR a partir desta segunda-feira

2 Ago 2004 - 16h34
 

O redutor de R$ 100 na tabela do IR (Imposto de Renda) começa a valer a partir desta segunda-feira, 02 de agosto. O impacto será diferenciado de acordo com a faixa de renda de cada trabalhador, podendo dar isenção para os que antes ultrapassavam o limite e ganham até R$ 1.158,01; além de deixar menos pesada a fatia que o tributo tira daqueles que têm renda mensal superior. A renda tributável é o salário após deduções para o INSS e com dependentes.

Rendimentos de até R$ 1,6 mil terão uma redução no IR de 64,9%. Para quem ganha de R$ 1,8 mil a R$ 2,1 mil os descontos variam de 30% a 16,7%. Por exemplo, no líquido de até R$ 1,5, o desconto era de R$ 66,30 de imposto, com o redutor, o valor cai para R$ 51,30. O desconto de R$ 100 será aplicado nos contra-cheques de agosto a dezembro, incluindo o 13º salário. O alívio sobre o imposto de renda retido na fonte vai valer apenas para os assalariados. Ficam de fora da medida provisória os profissionais autônomos e quem tem rendimentos provenientes de aluguéis.

A medida, no entanto, não incide sobre as declarações de isenção que devem começar no próximo dia 16, pois para elas a referência é o exercício 2003. A mudança imediata vem do fato de que, apesar de algumas empresas pagarem os salários de seus funcionários no último dia útil do mês, outras esperam até o quinto dia útil do mês seguinte ao de trabalho, prazo máximo previsto pela legislação, para fazer o pagamento. A boa notícia é para estes que vão receber o salário de julho nesta próxima sexta-feira, quinto dia útil de agosto, é que o valor líquido em isenção poderá ser um pouco maior.

A norma valerá apenas para os rendimentos assalariados recebidos nos meses de agosto a dezembro, mais o 13.º salário, segundo a Medida Provisória n.º 202, publicada no Diário Oficial da União de 23 de julho. O limite de isenção de R$ 1.058 vigorou até o mês passado, subindo agora para os R$ 1.158. Já o contribuinte que recolhe pela alíquota de 15%, base de cálculo de R$ 1.058,01 até R$ 2.115, vai recolher menos R$ 15 na fonte. E o que recolhe pela alíquota de 27,5%, base de cálculo acima de R$ 2.115, pagará menos R$ 27,50. Porém, a nova tabela ainda não foi divulgada oficialmente pela Receita Federal.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTA BIOCEÂNICA
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
CASTELO DE AREIA
Idoso casa com prostituta 35 anos mais nova e flagra com outro
DOENÇA DO SÉCULO
Servidor público é encontrado pendurado em árvore
COVID-19
Ministra de Bolsonaro testa positivo para Covid e cancela agenda em Nova Andradina
ASSUSTADOR
Homem encontra boneca na parede com bilhete misterioso: "obrigada por me libertar"
VIDEOS VAZADOS
Torcedora do flamengo esquenta a web com vídeos íntimos
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra em 24 horas 36.473 novos casos e 876 novas mortes
REVOLTANTE
Criança autista vítima de maus tratos é encontrada comendo fezes de cachorro para sobreviver
HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada