Menu
SADER_FULL
quinta, 6 de maio de 2021
Busca
Brasil

Contra o Fluminense, Corinthians tenta manter série invicta

24 Jul 2004 - 09h59
Contratações erradas, seguidas contusões e suspensões, saída de jogadores brigados com a diretoria e falta de reforços. Nesse cenário de pesadelo, o Corinthians tenta contra o Fluminense continuar como o time que há mais tempo não perde no Brasileiro.

Se ao menos empatar a partida deste sábado no Maracanã, às 16h, a equipe de Tite completará seis jogos invicta.

Nessa seqüência, o time paulista acumula três vitórias (Paraná, Criciúma e Coritiba) e dois empates (Vitória e Inter). A derrota mais recente foi para o Santos, por 3 a 2, no último dia 4.

Depois dos corintianos, quem ostenta a maior série invicta é o Juventude (quatro jogos).

Apesar da invencibilidade, o Corinthians ocupa apenas a 16ª posição da tabela. Para o técnico Tite, a situação poderia ser melhor não fossem os seguidos problemas. Um dos golpes mais sentidos por ele foi o abandono de Rogério, que acionou o clube na Justiça. Ele pede R$ 15 milhões.

"Tivemos um retrocesso com a saída do Rogério. Já pedi ao clube um novo volante", afirmou Tite.

Com a saída de Rogério, ele perdeu o artilheiro do time no Brasileiro, com seis gols, o capitão e o cobrador de faltas e pênaltis.

"Agora o Gil bate os pênaltis. Nas faltas, vou ter que encontrar uma nova opção", disse Tite.

Antes de Rogério, Rincón, dispensado por Tite, havia tumultuado o clube ao se desentender com os dirigentes corintianos.

O colombiano integrou a lista de contratações malsucedidas neste ano. Nesta semana, o clube rescindiu o contrato de Adrianinho, que foi para o São Caetano.

Ele foi o último dos atletas contratados pelo ex-diretor Roberto Rivellino e dispensados por Tite a ser desligado da equipe, que continuava pagando os seus salários. Adrianinho tem como procurador o filho de Rivellino, Márcio.

As contratações que não deram certo fazem Tite insistir em reforços. Além de um volante, ele quer ganhar pelo menos um meia. "Precisamos equilibrar o time, ter jogadores mais experientes."

Amanhã, Tite voltará a mudar. O volante Fabinho, suspenso, o meia Rosinei e o ala-esquerdo Zé Carlos, machucados, não jogam.

Renato entra no meio, e assim Fininho assume a ala esquerda. Se Renato atuar na ala, o volante Bruno Octavio joga no meio. Fábio Baiano volta de contusão, e Fábio Costa, de suspensão.

No Fluminense, após duas semanas sem ir ao clube, Romário treinou hoje. Ele se recuperou de uma lesão na coxa esquerda e atuará. Em 19 jogos, o atacante marcou 17 gols no Corinthians.

FLUMINENSE
Fernando Henrique; Leonardo Moura, Odvan, Antônio Carlos e Júnior César; Marcão, Diego, Maicon e Roger; Romário e Marcelo.
Técnico: Ricardo Gomes

CORINTHIANS
Fábio Costa; Anderson, Valdson e Betão; Edson, Wendel, Renato, Fábio Baiano e Fininho (Bruno Octavio); Jô e Gil.
Técnico: Tite

Local: estádio do Maracanã, no Rio (RJ)
Horário: 16h
Juiz: Luciano Almeida (DF)
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'
PANDEMIA CORONAVIRUS
Triste número: Brasil ultrapassa 400 mil mortes por Covid-19
REVOLTA
Pastor zomba da fé dos indígenas Trukás que revoltados quebram templo em construção; veja o vídeo
VIOLAÇÃO
Vereador abre caixão para provar que idoso não morreu de covid; assista