Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 28 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Construção civil prevê 4 mil novos empregos no Estado

14 Dez 2009 - 07h46Por Diário MS
O setor da construção civil sul-mato-grossense deve abrir mais 4 mil novos postos de trabalho no próximo ano e registrar uma expansão de 8,5% em relação a 2009, segundo projeção do presidente Sinduscon/MS (Sindicato da Indústria da Construção do Estado), Amarildo Miranda Melo. “O setor continua competitivo e apesar da retração que veio devido à crise financeira mundial, o futuro é de crescimento”, afirmou, assegurando que a margem mínima de crescimento deve ficar acima de 5,5% no Estado com a retomada dos negócios.
Ainda de acordo com ele, os segmentos que mais receberão investimentos no próximo ano são nas áreas de infra-estrutura e habitação. “Os governos já anunciaram investimentos e apenas no Estado estão previstos R$ 2,1 bilhões em rede de esgoto, rodovias, moradias, entre outros. Apenas do PAC (Programa de Aceleração de Crescimento), estão previstos R$ 244 milhões em obras de infra-estrutura”, informou, explicando que neste ano foram liberados R$ 192 milhões ou 44% dos R$ 437 milhões previstos. “Mato Grosso do Sul foi a Unidade da Federação utilizou o maior percentual dos recursos do PAC, já que a média nacional de 20%”, ressaltou.

MÃO-DE-OBRA

Atualmente, conforme dados do Radar Industrial da Fiems, o Estado conta com 1.692 empresas no setor da construção civil quem empregavam, até outubro deste ano, 23.568 trabalhadores, recebendo salário médio mensal de R$ 963,00, o que representa massa salarial de R$ 272,4 milhões no ano. Além disso, o setor tem déficit de mão-de-obra qualificada em torno de 10 mil trabalhadores, sendo metade na Capital e a outra no interior.
Para Amarildo Melo, a dificuldade de encontrar mão-de-obra suficiente e qualificada é o maior gargalo da construção civil estadual. “A dificuldade ainda é grande com a mão-de-obra profissional, tanto em questões qualitativa como quantitativa”, explicou, lembrando o projeto da Fiems de implantar em Campo Grande a Escola da Construção. “Essa obra é a esperança para resolver o problema de mão-de-obra deficitária que temos aqui”, disse.

PROJETO

A Escola da Construção oferecerá cursos de formação inicial e continuada para trabalhadores nas áreas da construção civil, elétrica e pesada, além de consultorias técnicas e tecnológicas, cursos técnicos, superiores em tecnologia e de pós-graduação para empresários e engenheiros, sistemática de desenvolvimento constante de novos produtos e serviços em educação e assessoria e consultoria implementada e programações de eventos técnicos para disseminação de informações sobre o setor elaboradas e aplicadas.
O projeto inclui blocos de administração e de salas de aula, laboratório e biblioteca, sendo que o bloco administrativo contará com secretaria, gerência, recepção, setor financeiro e supervisão administrativa, enquanto o bloco de salas de aula terá biblioteca, laboratório de CAD, laboratório de informática, salas de aula, sala de professor, videoteca e reprografia. Já o 1º pavimento terá 12 salas de aula e sala de multimeios, enquanto o 2º pavimento terá laboratórios de tecnologia de materiais, simulação virtual de operação de máquinas, eletricista de automação predial, solos, saneamento, topografia, eletricista de instalações prediais e segurança do trabalho.
A Escola da Construção terá ainda bloco de auditório, refeitório, técnico pedagógico e núcleo da saúde ocupacional, além de lanchonete, restaurante, refeitório e auditório com 213 lugares. Também contará com oficina de armador, carpinteiro, marcenaria, pintura, almoxarifado, hidráulica, pedreiro, revestimento cerâmico, canteiro de obra didático, calderaria, soldagem, metalúrgico, serralheiro e eletricista de distribuição.
 

Leia Também

TEMPESTADE
VÍDEO: após temporal, motoristas são retirados de shopping com bote
AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio Brasil e Auxílio Gás são pagos a cadastrados com NIS final 8; confira
ASSUSTADOR
Covid-19: Com 570 mortes, Brasil bate novo recorde de casos registrados em 24h
SUBINDO
Brasil em 24 horas, foram registradas 487 mortes por Covid 19 e 183.722 novos casos registrados
joao 5 39 examinais as escrituras 2_3 LIÇÕES DA BIBLIA
Quanto Falta para o Fim do Mundo?
TRAGÉDIA NA IGREJA
Confusão em culto termina com pastor e jovem mortos, 4 baleados e casa incendiada
SOB INVESTIGAÇÃO
Lutador é executado com 12 tiros, sua esposa esta grávida
SEU DINHEIRO
Qualquer cidadão pode consultar se tem valores a receber de instituições financeiras; saiba como
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 259 mortes e 83,3 mil novos casos
ESTUPRO DE VUNERALVEL
Mãe vê partes íntimas vermelha, pergunta e filha de 2 anos aponta paro o tio