Menu
SADER_FULL
segunda, 8 de agosto de 2022
BANNER IMPRESSORAS
Busca
Brasil

Confiança do setor de serviços cresce 4,1% em agosto

8 Set 2010 - 10h22Por Agência Brasil

A confiança das empresas do setor de serviços aumentou 4,1% em agosto deste ano em relação ao mês anterior, depois de quatro quedas consecutivas. O Índice de Confiança de Serviços, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e divulgado hoje (8), passou de 129,5 pontos em julho para 134,8 pontos em agosto.

O índice que avalia a situação atual subiu 7,3% de um mês para o outro, passando de 113,5 para 121,8 pontos. O item que mais contribuiu para a confiança na situação atual foi o nível da demanda, que passou de 103,2 para 112,5 pontos. Das 2.149 empresas pesquisadas, 23,3% consideram a demanda atual forte e apenas 10,8% a avaliaram como fraca.

O índice que analisa a confiança no futuro (Índice de Expectativas) também aumentou, de 145,5 para 147,8 pontos. A variação de 1,6%, no entanto, foi menor do a que o índice da situação atual. O índice está agora 0,5 ponto percentual acima da média do período pré-crise, mas 4,3 pontos abaixo da média do primeiro trimestre de 2010, quando a economia estava bastante aquecida. O indicador que mede a satisfação para os próximos seis meses avançou 1,7%, atingindo 148,1 pontos em agosto.

Leia Também

COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 261 óbitos e 40,4 mil casos em 24 horas
LENDA DO HUMORISMO
Jô Soares morre em São Paulo aos 84 anos
A CONTA GOTAS
Petrobras anuncia corte de R$ 0,20 no preço do diesel
100 PERÍCIA
Senado aprova regras que podem dispensar perícia médica do INSS
CAIXA PARA ELAS
Caixa anuncia programa voltado para o público feminino
COVID NO BRASIL
Brasil registra 265 novas mortes por Covid nas últimas 24 horas
CONFUSÃO DE TORCIDAS
Briga entre torcida do Flamengo e Corinthians deixa feridos em Campo Grande; veja vídeos
PREOCUPANTE
Covid-19: Brasil registra 295 óbitos e 34,4 mil casos em 24 horas
SOB INVESTIGAÇÃO
Brasileiro e estudante de medicina é encontrado morto em carro na fronteira
MILAGRE DA MEDICINA
Siameses brasileiros unidos pelo crânio são separados após 9 cirurgias