Menu
SADER_FULL
sexta, 24 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Brasil e Chile decidem o Sul-Americano Sub-17 nesta quinta

10 Fev 2010 - 13h53Por Gazeta Esportiva

Brasil e Chile fazem nesta quinta-feira, no Estádio do Pacaembu, a final do Sul-Americano Sub-17 de Futebol Feminino. A partida, que será transmitida ao vivo pela Rede TV e terá entrada gratuita para o público, começa às 18 horas (horário de Brasília).

Na preliminar, às 15h50, jogam Paraguai e Venezuela na disputa pelo terceiro lugar e pela última vaga destinada ao continente sul-americano no Mundial da categoria, que acontece no mês de setembro, em Trinidad & Tobago.

As duas seleções finalistas chegam à decisão invictas e já classificadas para o Mundial. O Brasil tem 100% de aproveitamento na competição, com cinco vitórias: 6 a 2 sobre Venezuela na semifinal; 3 a 0 no Bolívia, 15 a 0 no Equador, 5 a 1 no Paraguai e 5 a 0 no Peru na fase classificatória. Marcou 34 gols e sofreu apenas três. O Chile, por sua vez, ganhou da Colômbia (2 a 0), do Uruguai (4 a 0) e empatou com Venezuela (2 a 2) e Argentina (1 a 1) antes de derrotar o Paraguai (4 a 1), no jogo que valeu vaga na decisão.

Técnico da Seleção Brasileira, Edvaldo Erlacher, está confiante em mais uma vitória e na consequente conquista do título. "Agora que atingimos nosso primeiro objetivo, que era a classificação para o Mundial, acho que possamos fazer uma boa partida e sair do Pacaembu com a taça", avalia. Contudo, o treinador afirma que não considera as brasileiras favoritas. "Estamos fazendo um bom campeonato, mas precisamos manter a seriedade e trabalhar um posicionamento melhor da defesa nas bolas paradas para evitar gols", avisa.

Edvaldo Erlacher acredita que poderá contar com força máxima na final, inclusive com a meia Andressa e com a atacante Thais, substituídas no segundo tempo da semifinal para evitar maior desgaste de duas das principais jogadoras e responsáveis por grande parte das jogadas de criação do time brasileiro. "Espero que nada de errado aconteça até a decisão", declarou o treinador.

O técnico do Chile, Ronnie Rodonich, que começou o torneio apostando na força defensiva de sua equipe, mas depois passou a escalar uma formação mais ofensiva, conta que suas jogadoras podem fazer diante do Brasil a melhor partida na competição. Mesmo sabendo que enfrentará o adversário mais difícil do torneio. "Agora que já garantimos nossa ida para Trinidad & Tobago, meu time poderá atuar despreocupado e mostrar um futebol mais alegre, dentro da característica que mais gosta, que é jogar para a frente", ponderou.

Artilheiras - Pelo fato de ter feito 34 gols, o Brasil tem as principais artilheiras da competição. As atacantes Paula e Gláucia tem seis gols cada, ficando Thais com cinco e Ingrid, que fez três gols na semifinal, com quatro. A venezuelana Isaura Viso e a chilena Francisca Moroso também têm 4 gols cada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTA BIOCEÂNICA
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
CASTELO DE AREIA
Idoso casa com prostituta 35 anos mais nova e flagra com outro
DOENÇA DO SÉCULO
Servidor público é encontrado pendurado em árvore
COVID-19
Ministra de Bolsonaro testa positivo para Covid e cancela agenda em Nova Andradina
ASSUSTADOR
Homem encontra boneca na parede com bilhete misterioso: "obrigada por me libertar"
VIDEOS VAZADOS
Torcedora do flamengo esquenta a web com vídeos íntimos
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra em 24 horas 36.473 novos casos e 876 novas mortes
REVOLTANTE
Criança autista vítima de maus tratos é encontrada comendo fezes de cachorro para sobreviver
HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada