Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 8 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Atendimento no Procon aumenta 66% com informatização

24 Mai 2007 - 11h13
A partir da informatização, ocorrida na terça-feira (22), a média de atendimento no Procon (Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor) passou de 60 para 100 atendimentos diários, aumento de 66,66%. A intenção do governo do Estado é agilizar a assistência aos consumidores, buscando solucionar o problema o mais breve possível.

No total, 28 novos computadores foram comprados com recursos do Fundo Estadual de Defesa do Consumidor. Além disso, 65 servidores do órgão passaram por um treinamento de cinco dias com técnicos do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), através de um convênio com o Ministério da Justiça.

 

De terça-feira (22) até hoje (24) de manhã, o Procon registrou 227 atendimentos. Desse total, 43% são referentes a serviços essenciais (água, luz e telefonia), 29% a assuntos financeiros (bancos e financiadoras) e o restante, troca ou defeito de produtos e eletrodomésticos.

 

Nesse período, a maior parte das reclamações foi feita pelo sexo feminino (56%) e 44% pelo sexo masculino. A faixa etária mais atendida no órgão é de 31 a 40 anos e não há registro de reclamações por pessoas com menos de 20 anos e mais de 60 anos. Os horários de pico no atendimento do Procon ocorrem às 8 horas, 10 horas e às 15 horas.

 

Segundo o superintendente do Procon, Wilian Douglas de Souza Brito, nesses primeiros dias os consumidores já estão conferindo a agilidade do novo modelo de atendimento. “O Procon deixou de ser um órgão punitivo para gerar mais solução para o consumidor”, afirma.

 

O superintendente explica que, após a reclamação, o órgão entra em contato com a empresa ou envia uma Carta de Investigação Preliminar (CIP), dando prazo de 10 dias para que o problema seja resolvido. Se solucionada, a questão não vira processo. “Tentamos uma solução rápida; apenas os casos mais graves de lesão ao consumidor são automaticamente transformados em processos. A maior parte das grandes empresas disponibilizou uma linha direta para o Procon”, conta Willian.

 

Atendimento extra e consulta pela internet

 

O Procon também está realizando um atendimento extra. Segundo o superintendente, as pessoas que vão fazer reclamações sobre questões que não competem ao órgão, recebem um atendimento preliminar e são encaminhadas aos locais devidos, levando uma carta de encaminhamento do Procon. Dentro de um mês, o consumidor também poderá ter acesso ao processo via internet, na página do Procon, que está em fase de construção.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE NO MS
JBS oferece 600 vagas de emprego em 6 cidades de MS
VACINA COVID 19
Bolsonaro diz que vacina contra covid deverá estar disponível em dezembro
FALSIFICAÇÃO
Nota falsa de R$ 200 começa a circular
REABERTURA DO COMÉRCIO
Brasil e Paraguai podem reabrir comércio na fronteira em 10 dias, diz ministro
REINFECÇÃO EM ALERTA
Novo coronavírus tem segundas novas ondas de reinfecção e acendem sinal de alerta
FÁTIMA DO SUL - DICA CIA DO BICHO
Saiba o que são rações terapêuticas, Cia do Bicho destaca vários tipos, confira
BRASIL - 96.326 MORTES
Brasil tem 2.817.473 casos de Covid-19, indica consórcio de veículos da imprensa em boletim das 13h
EXPLOSÃO EM BEIRUTE
Libanês se emociona e diz: Parecia uma bomba atômica, que acabou com tudo
BORA PRA BONITO - MS
Crie laços com a natureza em Bonito, MS!
LUTO NO CIRCO
Palhaço mais velho do Brasil morre aos 77 anos vítima de coronavírus