Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 27 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Aposentados de MS movem 70 ação de revisão de benefício

22 Set 2010 - 17h18Por Fátima News com assessoria

Aposentados de Mato Grosso do Sul preparam uma avalanche de ações na justiça para revisão dos valores de suas aposentadorias que sofreram drásticas reduções, em torno de 40%, por conta do Fator Previdenciário. Até agora, cerca de 70 ações já foram impetradas, informa o professor Jânio Batista de Macedo, presidente do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos da Força Sindical - Sindnapi, regional Mato Grosso do Sul.

Para ampliar o atendimento aos aposentados em todo o Estado, o sindicato, que tem o apoio da Força Sindical Regional Mato Grosso do Sul, está criando sub-sedes em regiões estratégicas do Estado. No sábado (25), será criada a sub-sede de Dourados. A solenidade será no auditório da Associação Comercial e Industrial de Dourados. A entidade já conta com sedes em Campo Grande, Ivinhema, Jardim e Três Lagoas. Esses pólos já atendem às regiões circunvizinhas.

Janio Batista de Macedo informou que além de Dourados serão criadas sub-sedes também nos municípios de Corumbá e Coxim. “Estamos estendendo essas unidades para poder assistir aos aposentados em todas as regiões em que vivem em nosso Estado e prestarmos todo apoio que precisarem para que não haja injustiça com eles”, comentou o líder sindical.

O presidente do Sindnapi disse que a categoria conseguiu uma grande vitória este ano no Congresso Nacional com a aprovação do fim do Fator Previdenciário. A matéria então foi encaminhada para sansão do Presidente Lula que preferiu voltar a discutir o assunto depois das eleições de 3 de outubro. “Ocorreu a informação de que Lula havia vetado a matéria. Mas não é verdade. Existe um acordo que ele (Lula) fez com o Congresso e com o movimento sindical brasileiro, de voltar a discutir o assunto depois das eleições”, comentou Jânio.

O sindicalista informou que no Brasil são cerca de 1 milhão de ações com esse mesmo propósito aberto pelos aposentados de Mato Grosso do Sul: promover a revisão dos valores das aposentadorias que teriam sido reduzidos em torno de 40% por conta do “famigerado” fator previdenciário.

Em Mato Grosso do Sul são 191 mil aposentados pelo INSS e o sindicato pretende estender os benefícios da entidade para todos eles. “Podemos ajudá-los não só através de nossa assessoria jurídica, mas também de outras formas”, comentou o sindicalista que enaltece o apoio que recebe da Força Sindical Regional Mato Grosso do Sul, que tem como presidente o sindicalista Idelmar da Mota Lima, presidente da Federação dos Trabalhadores no Comércio e Serviços de Mato Grosso do Sul – FETRACOM/MS e presidente também do Sindicato dos Empregados no Comércio de Campo Grande – SECCG.

“A Força Sindical Regional Mato Grosso do Sul é uma entidade forte, que integra federações, sindicatos e outros organismos do movimento sindical do Estado, e que está sempre alerta para lutar em benefício dos trabalhadores e trabalhadoras de Mato Grosso do Sul”, comentou Idelmar.

O vice-presidente da Força MS, Estevão Rocha dos Santos, presidente do SEAAC/MS (Sindicato dos Empregados de Agentes Autônomos do Comércio e em Empresas de Assessoramento, Auditoria, Perícias, Informações e Pesquisas e de Empresas de Serviços Contábeis de Mato Grosso do Sul), ex-Sintraconta/MS, enalteceu o trabalho do Sindinapi em favor dos aposentados de Mato Grosso do Sul. “Nossos aposentados precisam ser bem compensados pelos trabalhos que exerceram durante boa parte de suas vidas em favor do crescimento e desenvolvimento das nossas cidades, de nosso Estado e, consequentemente, de nosso País. Por isso a Força Sindical apóia integralmente essa bandeira do Sindinapi”, comentou.

O Sindinapi, segundo Estevão Rocha, conta com três unidades em Campo Grande: Nas Moreninhas II, Santo Amaro e Maria Aparecida Pedrossian. O telefone da entidade é: 3344-2165 ou 8145-2519. Veja também informações através do site: www.sindicatodosaposentados.org.br.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista registrou a travessia de uma jiboia na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. FORA DO HABITAT
VÍDEO: motorista flagra jiboia cruzando pista de avenida no RJ: 'olha isso'
Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso