Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 13 de abril de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Acadêmicos da UMFS protestam contra a criação de faculdades

2 Set 2004 - 14h08
Os acadêmicos da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) realizaram agora pela manhã um protesto contra a criação de cinco Faculdades pela instituição.

A criação foi realizada recentemente pelo Conselho Universitário. As faculdades são de medicina, odontologia, veterinária, zootecnia, direito, história e agronomia, todos cursos já existentes no local. Os estudantes dizem que os responsáveis pela UFMS alegam que com a criação dessas entidades a crise do ensino que o estabelecimento de ensino passa atualmente vai ser resolvida.

Para o acadêmico do curso de análises de sistema da UFMS, Maurício Gleicer, os centros acadêmicos possuem poder de voto nas decisões. Com a implantação das Faculdades, o diretor do conselho universitário vai ter direito também a votar. A manifestação teve início às 8h de hoje, onde os alunos se reuniram na Concha Acústica, passando pelo anfiteatro Glauce Rocha e depois seguindo a reitoria.
 
 
RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore
CONTAMINAÇÃO
Igrejas superam mercado e consultório médico em risco de transmissão de Covid-19, aponta estudo