Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 5 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

1 em cada 3 alimentos é desperdiçado; prejuízo anual é de US$ 750 bi

11 Set 2013 - 13h47Por Uol

A FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura) afirmou nesta quarta-feira (11), em estudo publicado em Roma, na Itália, que os desperdícios com alimentos no mundo podem causar cerca de US$ 750 bilhões anuais de prejuízos.

Pelo relatório, 54% dos resíduos dos alimentos no mundo ocorrem na fase inicial da produção – na manipulação, após a colheita e na armazenagem. Os restantes 46% de prejuízos ocorrem nas etapas de processamento, distribuição e consumo de alimentos. Os produtos que se perdem ao longo do processo variam em cada região.

O diretor-geral da FAO, o brasileiro José Graziano da Silva, afirmou que, além do impacto econômico, o desperdício de alimentos afeta diretamente populações em todo o mundo.

"Não podemos permitir que um terço de todos os alimentos que produzimos seja perdido ou desperdiçado devido a práticas inadequadas, enquanto 870 milhões de pessoas passam fome todos os dias", disse.

Medidas preventivas devem ser adotadas

Graziano afirma ainda que medidas preventivas devem ser adotadas por todos – agricultores, pescadores, processadores de alimentos, supermercados, os governos locais e nacionais, assim como os consumidores.

"Temos que fazer mudanças em todos os elos da cadeia alimentar humana para impedir que ocorra o desperdício de alimentos, em seguida temos de promover a reutilização e reciclagem", disse.

Graziano lembrou que há situações que possibilitam o desperdício de alimentos devido a "práticas inadequadas" na produção. Ele ressaltou que a FAO criou um manual que mostra medidas adotadas por governos nacionais e locais, agricultores, empresas e consumidores para resolver o problema.

O diretor executivo do Pnuma (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente), Achim Steiner, ressaltou que o ideal é buscar o caminho da sustentabilidade, ao qual devem aderir todos os que participam da cadeia alimentar – do produtor ao consumidor.

Problemas em todo o mundo

Na Ásia, o problema são as perdas envolvendo os cereais, em particular, o arroz. O prejuízo com carne é menor, segundo os dados. Porém, os resíduos de frutas contribuem significativamente para o desperdício de água no continente asiático, assim como na Europa e na América Latina.

Nos países em desenvolvimento, os maiores prejuízos ocorrem na fase após a colheita. A FAO recomenda que seja feito um esforço coletivo para orientar as colheitas e equilibrar a produção com a demanda. Também faz sugestões sobre a reutilização e recuperação de alimentos. Uma síntese do estudo, publicado hoje, está na página da organização, em inglês.

Na África central, as plantações de mandioca são responsáveis por desmatamento na região, apesar de, por ser raiz, não afetar a biodiversidade e ser plantada em monoculturas.

Recentemente, a FAO publicou um estudo em que a mandioca é considerada o alimento do futuro. Segundo a organização, é um tubérculo com "grande potencial" e pode se transformar no principal cultivo do século 21 se for realizado um modelo de agricultura sustentável que satisfaça o aumento da demanda.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filho de fazendeiro reclama de dor anal e mãe descobre estupro cometido por funcionário
BOA NOTICIA
Governo zera PIS e Cofins do diesel e do gás de cozinha