Menu
SADER_FULL
domingo, 20 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
SEGURANÇA

Governo deve instituir hora extra na Polícia Militar

Segundo governador, medida proposta poderá elevar em 30% o efetivo de policiais

10 Jan 2019 - 06h21Por Sul News

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldso Azambuja (PSDB), anunciou um projeto lei para permitir aos policiais militares do Estado fazerem hora extra no serviço público, para reforçar a segurança. A medida, cuja minuta já está pronta, será enviada à Assembleia Legislativa do Estado no início de fevereiro.

Nesta terça-feira, o chefe do Executivo estadual se reuniu com o secretário de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, na Governadoria, para discutir as mudanças da pasta, a partir de 2019.

O projeto será denominado “horas extraordinárias”. “Votando esta lei e com a efetividade, nós teremos condição de aumentar em 30% o efetivo policial”. Segundo Reinaldo, parte dos profissionais usa o horário livre para fazer “bico” no serviço privado. “Será opção do policial, ter parte da folga paga e remunerada pelo Estado, para continuar na estrutura pública”.

Agora, o governo aguarda apenas a finalização da reestruturação nos cargos comissionados, para “amenizar” o impacto que gastos com servidores têm em relação à Lei de Responsabilidade Fiscal )LRF). De acordo com o governador, o Estado está no limite prudencial.

Outro fator apontado pelo governador como medida de reforço à segurança é a continuidade de chamamento de mais policiais da reserva para voltarem à ativa. Até então, 503 policiais militares estão nesta condição.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEODÁPOLIS - CPI NA CÂMARA
MPE pede para Câmara criar CPI um dia depois de vereador protocolar pedido em Deodápolis
ABERRAÇÃO
Filhas solteiras de senadores ganham 33 mil reais. "Isso vai acabar", diz Bolsonaro
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Governo de MS implanta alta tecnologia em presídios para tornar inspeção mais eficaz
DOURADOS - PRESO NOVAMENTE
Investigado por corrupção, Idenor Machado volta a ser preso em Dourados
DEODÁPOLIS - CPI CHEGANDO
Vereador protocolou pedido de abertura de CPI para apurar denuncias de 2016 em Deodápolis
AÇÕES DO GOVERNO DO MS
Ações do Governo melhoram a segurança no MS: 16 municípios não registraram nenhum homicídio em 2018
ABANDONO
Vereadora de Dourados denuncia falta de vagas e Ceim com obras paralisadas
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
NOVO DIRETOR-PRESIDENTE DA SANESUL
Reinaldo Azambuja escolhe por perfil técnico nome do novo diretor-presidente da Sanesul