Menu
SADER_FULL
quarta, 20 de março de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
CRIME NA CAPITAL

Sobrinha que matou tia teria ido passar o natal em família na casa da mãe

Sobrinha que matou tia teria ido passar o natal em família na casa da mãe

26 Dez 2018 - 09h39Por TOP MÍDIA NEWS

Pryscilla Stephan da Silva, 38 anos, suspeita de matar a própria tia na madrugada desta terça-feira (25), no bairro Vila Fernanda em Campo Grande, teria ido passar o natal na casa da mãe, para comemorar o natal em família. De acordo com o delegado plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), Christian Mollinedo, a sobrinha teria iniciado uma briga com o convivente e queria deixar o local com um veículo que estava na garagem da casa.

“A mãe dela pediu para ela não sair, tentou conversar, mas ela estava sob efeito de álcool, entrou no carro e ligou. A tia foi até lá para tentar conversar também e acabou sendo prensada no muro da casa. Ela deu ré no carro e só parou de acelerar quando bateu em uma lixeira do lado de fora da casa. Ela arrancou o portão da casa”, disse o delegado.

O crime aconteceu por volta das 4 horas. A tia, Ivonete Pochi, 62 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Conforme o delegado, a suspeita teria discutido com o marido devido a uma bateria de carro, quando entrou no veículo Fiesta e engatou a marcha ré. Pryscilla não possui CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e devido a isso, os familiares tentaram impedir a saída da mesma do imóvel.

A sobrinha foi presa em flagrante e deve responder por homicídio culposo majorado pelo uso de álcool.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALTERNATIVA
Governo defende que PDV é opção para quem não gostou da jornada de 8h
DESCUIDO
Homem cochila, bate em caminhão e mulher fica presa às ferragens
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai, mãe e filha morrem em colisão com caminhão frigorífico em rodovia de MS
PREJUDICIAL A SAUDE
Uso de narguilé em locais públicos poderá ser proibido
EM CAMPO GRANDE - ROSE MODESTO
Rose Modesto leva debate sobre prevenção e combate a violência contra mulher para Sarau Solidário
CONDENAÇÃO
Pedreiro que apedrejou garota até a morte após saber que ela tinha HIV é condenado a 16 anos
ESTUPRO NA ESCOLA
Filho especial reclama de estupro no banheiro e mãe diz que escola particular tenta abafar o caso
SOLIDARIEDADE
Mulher corta cabelo e coloca à venda na internet por R$ 100 para ajudar tia doente
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Prefeitura de Campo Grande abre concurso público para auditor com salários de R$ 9,8 mil
CUMPLICE
Julgada por atrair a amante para o marido degolar diz que planejava fugir com vítima