Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 24 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Vídeo mostra trote violento em calouros da UFMS

28 Ago 2007 - 05h52

Vídeo postado no site Youtube mostra trote violento sendo aplicado pelos acadêmicos do curso de Medicina Veterinária da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande, contra os calouros que ingressaram neste ano na instituição de ensino. No vídeo, os estudantes são expostos a todo tido de humilhação, como a rolar na lama e a ingerir bebidas alcoólicas, entre outras.

O vídeo, que mostra também uma montagem com fotos tiradas pelos veteranos durante o trote, tem duração 5 minutos e 32 segundos e já teve 2,5 mil acessos desde que foi postado. Segundo o coordenador do curso de Medicina Veterinária da UFMS, Cícero Faria, muitos calouros querem participar do trote e a universidade não tem como impedir que a brincadeira de mau gosto seja realizada fora do campus da instituição.

Pelo vídeo é possível notar que o trote foi aplicado fora do campus da UFMS e, segundo informou Faria, muitos dos estudantes foram ao local de livre e espontânea vontade, sendo que a “brincadeira” teria ocorrido no início deste ano quando a última turma do curso entrou na universidade. O vídeo mostra que o trote foi aplicado possivelmente em uma chácara ou fazenda, sendo que local há uma poça de lama e uma pequena lagoa.

No lamaçal os calouros são obrigados pelos veteranos a rolarem no barro e depois uns sobre os outros, sendo que toda a ação é filmada e fotografada pelos acadêmicos que aplicam o trote. Eles também são obrigados a colocar na boca um líquido espumoso e depois fazerem um gargarejo, sendo que, logo em seguida, eles voltam a cuspir o líquido no recipiente (um pedaço cortado de garrafa pet) e repassam para que o outro colega repita o procedimento.

Após fazer o gargarejo com o líquido e devolvê-lo ao recipiente, os estudantes são obrigados a ingerirem bebidas alcoólicas direto do gargalo de duas garrafas que aparentemente se tratam de vodka e cachaça. Depois de ingerirem as bebidas alcoólicas, eles são obrigados a pagar uma prova que consiste em dar voltas no mesmo lugar apoiando a cabeça sobre um pedaço de pau e, em seguida, são levados para a pequena lagoa existente no local, aumentando o risco de algum calouro afogar-se.

Toda a ação é ordenada pelos veteranos que chegam a dar golpes nas costas dos calouros com pedaços de galhos de árvores para que eles rolem rápido na lama e ingiram as bebidas alcoólicas. Os calouros, conforme mostra uma das fotos, são obrigados ainda a empurrar um carro pelas ruas da cidade.

No site de relacionamentos Orkut, os acadêmicos do curso de Medicina Veterinária da UFMS possuem uma comunidade em que postaram texto de apologia ao consumo de bebidas alcoólicas. “Nós somos da Veterinária, a turma toda da cachaçada !!! Nós não estudamos nada, passamos o ano contando piadas !!! Arroz se come com feijão, CACHAÇA só de garrafão... Esse é o nosso hino... Essa é a nossa comunidade... Lugar para recordar os velhos e bons tempos e as nossas amizades...”.

Também estão disponíveis no site do Youtube vídeos de trotes realizados pelos acadêmicos dos cursos de Odontologia e de Direito da UFMS. No vídeo do curso de Direito, por exemplo, constam algumas cenas de constrangimento aos acadêmicos, mas nenhuma tão violenta como as do curso de Medicina Veterinária. Para assistir ao vídeo basta entrar no endereço eletrônico http://www.youtube.com/watch?v=J1pi5SkEees.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BBB 19
Vanderson é eliminado e vai prestar depoimentos sobre casos de agressão
INVESTIGAÇÃO
Mourão volta a dizer que é preciso investigar Flávio Bolsonaro e punir se for o caso
HEROI
Porteiro ganha homenagem: salvou criança de 3 anos que caiu na piscina (VIDEO)
FAMOSIDADES
Aos 67 anos, Amado Batista assume namoro com jovem de 19 anos de idade
LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes