Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 21 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Umidade do ar fica abaixo dos 30% em Mato Grosso do Sul

16 Jun 2010 - 10h10Por Diário MS
O Inmet (Instituto Nacional de Metereologia) emitiu novo alerta de baixa umidade do ar em Mato Grosso do Sul. O aviso especial refere-se hoje. De acordo com o Instituto, as condições metereológicas são favoráveis à ocorrência de umidade relativa do ar abaixo dos 30%, índice considerado crítico, em áreas isoladas do Estado.

O Instituto já havia emitido alerta válido para a segunda e ontem, e informou que a umidade deve seguir baixa também amanhã. As temperaturas no Estado sofrem ligeira elevação hoje, com máxima que pode chegar a 34°C e mínima de 12°C. Segundo o instituto, o tempo fica claro a parcialmente nublado na maior parte do Estado, e nublado nas regiões Sudoeste e Sul. Em Dourados, a umidade do ar deve ficar mais baixa no período da tarde. A temperatura ficam entre 13°C e 29°C.

Por causa da baixa umidade, a Cedec (Coordenadoria Estadual de Defesa Civil) orienta a população para que se evite atividades ao ar livre e exposição ao sol nos horários entre as 10h e 17h; principalmente no período vespertino, entre 14h e 16h. Quando a umidade do ar fica ainda mais baixa. É importante a ingestão de bastante líquido para não ter problemas com desidratação, comuns em épocas com clima seco.

Outra recomendação é evitar fogueiras perto de matas e florestas, uma vez que o tempo propicia a incidência de incêndios florestais. Para os motoristas que trafegam em regiões sujeitas a incêndios recomenda-se que não joguem pontas de cigarros para fora dos veículos, e que tenham atenção redobrada, devido à baixa visibilidade provocada pela fumaça.

Segundo os médicos, é preciso reforçar a hidratação e evitar ambientes fechados ou aglomerados devido à redução na resistência das vias aéreas. O clima frio e seco, segundo especialistas, facilita o surgimento de crises de asma, bronquite, renite e sinusite, além de facilitar a transmissão de doenças virais, incluindo a gripe suína.
Para amenizar os impactos do clima no corpo, os especialistas sugerem a utilização de vaporizadores, umidificadores de ar ou até bacias com água ou toalhas molhadas no quarto durante a noite. Outra medida importante é aumentar a hidratação e reforçar a ingestão de frutas, verduras e legumes, alimentos que possuem uma grande quantidade de água, ajudando a hidratar o organismo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos