Menu
PASSARELA
domingo, 27 de maio de 2018
SADER_FULL
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Terrorista da Al-Qaeda promete matar o premier do Iraque

14 Jul 2004 - 15h15
O terrorista jordaniano Abu Musab al-Zarqawi, ligado à rede Al-Qaeda, emitiu uma declaração pela internet na qual assume responsabilidade pelo ataque a uma das residências usadas pelo primeiro-ministro iraquiano, Iyad Allawi, e promete perseguir o líder até matá-lo. Allawi é visto pelos radicais islâmicos como um colaborador de George W. Bush. A declaração foi publicada num website conhecido por divulgar esse tipo de mensagem.

“Gostaríamos de lhe dar a notícia, Allawi, que se nossos foguetes da morte erraram... nova aljava, graças a Deus, está cheia de setas letais”, diz a declaração, assinada por Al-Zarqawi.

Quatro projéteis atingiram um bairro próximo à casa de Allawi e ao quartel-general de seu partido, semana passada, ferindo seis pessoas.

“Estamos atrás de você”, prossegue o texto divulgado na internet.

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARALISAÇÃO
Petroleiros do Pais inteiro anunciam greve "Vamos parar todas as Refinarias"
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta transa com Ícaro e fica encantada
FÁTIMA DO SUL - FOTO DO DIA
FOTO DO DIA: Carreata dos caminhoneiros vista de cima em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - GREVE JÁ PREOCUPA
Situação já preocupa o setor alimentício 'Acendemos a luz vermelha', diz empresário em Fátima do Sul
FÁTIMA DO SUL - BUZINAÇO NA AVENIDA
Ao som do Hino Nacional, população e caminhoneiros fazem 'buzinaço' em Fátima do Sul
AGORA - DECISÃO DO PRESIDENTE
#AGORA: Temer aciona Exército 'forças federais' para desbloquear estradas
FÁTIMA DO SUL - CARREATA DOS CAMINHONEIROS
Caminhoneiros preparam carreata e conclamam o comércio para que fechem as portas em Fátima do Sul
COPA DO MUNDO
Dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo não serão feriado
FÁTIMA DO SUL - PROTESTOS CONTINUAM
Bloqueios continuam e caminhoneiros convocam população para 'Parar Fátima do Sul'
VANDALISMO NÃO!
Caminhão é incendiado por manifestantes durante protesto contra aumento de combustível