Menu
SADER_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Temporal afeta 50 mil pessoas em Santa Catarina

20 Mai 2010 - 06h00Por Folha Online
Fortes chuvas e ventos atingiram Santa Catarina na madrugada desta quarta-feira e provocaram novos estragos em pelo menos 12 cidades. De acordo com o balanço preliminar divulgado pela Defesa Civil estadual, mais de 50 mil pessoas foram afetadas. Destas, 868 foram desalojadas e 810 tiveram que ser levadas para abrigos. Rodovias estaduais e federais também foram atingidas.

As áreas mais afetadas foram da região metropolitana de Florianópolis e o Vale do Itajaí. Na capital, as chuvas das últimas 40 horas já soma 258 milímetros, volume duas vezes maior que o esperado para todo o mês --cada milímetro equivale a um litro de água por metro quadrado. Já no município vizinho, Palhoça, mais de 300 pessoas tiveram que ser levadas para abrigos. Em Itapema 650 pessoas foram desalojadas. A Defesa Civil ainda estuda que providências tomar para ajudar a população das áreas afetadas.

Segundo o Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia, o temporal foi causado pela passagem de uma frente fria e de um ciclone extratropical pela região. A chuva, contudo, já castiga o estado há mais de um mês e as autoridades locais estão em alerta desde o último dia 2.

De acordo com o último levantamento divulgado pela Defesa Civil, o número de pessoas afetadas já supera os 266 mil. Cerca de 3.700 pessoas foram desalojadas e 415 desabrigadas. Além de 26 feridos, um homem continua desaparecido.

Com a chuva e os ventos se deslocando para o mar, o tempo começa a melhorar. Mesmo assim, a Defesa Civil mantém o alerta para o mar, que, em função do vento, poderá ficar muito agitado, com a formação de ondas entre 2,5 metros e 3 metros. A previsão é de que a ressaca chegue ao litoral do Rio Grande do Sul até amanhã (20).

A Defesa Civil catarinense pede que a população esteja atenta a qualquer movimento de terra ou de rochas, bem como à inclinação de postes ou árvores próximos a suas residências e que, em caso de alagamentos, evite o contato com as águas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho