Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 21 de agosto de 2019
SADER_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Técnico do Arsenal protesta após convocação de Edu

20 Ago 2004 - 13h37
O técnico Arsene Wenger, do Arsenal, disse, nesta sexta-feira, que não concordou com a convocação do volante Edu, que atua pela equipe inglesa, para a partida contra o Haiti, na quarta-feira, e que a CBF teve uma atitude antiprofissional.

"Edu atuou 70 minutos. Eu acredito que isso é um desrespeito ao jogador e ao clube. Não é só uma atitude de desrespeito, mas de falta de profissionalismo. O Brasil tem 200 jogadores que podem atuar contra o Haiti", disse o treinador do Arsenal, atual campeão da liga inglesa.

O técnico havia dado três semanas de descanso para o jogador após a conquista da Copa América, em julho, no Peru. "Eu tentei proteger o Edu, mas ele foi selecionado após ter voltado e treinado apenas um dia", lamentou Wenger.

O Brasil venceu os haitianos por 6 a 0 no chamado "Jogo da Paz". O técnico Carlos Alberto Parreira já havia se envolvido em outra polêmica com clubes europeus e não contou com os jogadores que atuam nas equipes do Bayern (ALE) e do Milan (ITA). Os dois clubes não concordaram em liberar seus jogadores.
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

FATALIDADE
Menina de 7 anos é atacada por pitbull e morre na casa dos avós
CRIMINOSO FORAGIDO
Ataque com machadinha deixa alunos e professora feridos em escola
POLEMICA II
Após polêmica, deputado diz que não existe PL de poliamor ou casamento entre mães e filhos
CONFISSÃO
Filhos investigam e descobrem que pai matou a mãe há 37 anos
MAL SUBITO
Policial militar tem mal súbito e morre no mesmo dia que descobriu que seria pai
NOVELA GLOBAL
Régis oferece vender loja para dar dinheiro a Maria da Paz em 'A dona do pedaço'
POLÊMICA
Vale Tudo: projeto libera casamento entre mães e filhos e revolta MS
100 VERBAS
Emissão de CPF e restituição do IR podem ser suspensas pela Receita
100 PENA
'Não tem que ter pena', diz Jair Bolsonaro sobre uso de atirador de elite após sequestro de ônibus
ACIDENTE TRÁGICO
Morte de três profissionais em acidente comove a cidade