Menu
SADER_FULL
domingo, 17 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Situação de vereadores começa ficar complicada em Dourados

15 Set 2010 - 07h50Por Dourados News
A situação está ficando insustentável para os vereadores que foram flagrados recebendo dinheiro público durante a Operação Uragano. Vaiados e xingados na última sessão que terminou em pancadaria, alguns começam a pensar na possibilidade de renunciar ao cargo. Ontem o vereador Zezinho da Farmácia (PSDB) pediu licença por 35 dias. Ele alegou problemas médicos. Walter Hora do PPS vai assumir o cargo.

 

O vereador Marcelo Barros (DEM) depois que deixou a Penitenciária Harry Amorim Costa não compareceu nas duas sessões que foram marcadas e sua campanha para deputado estadual minguou nas ruas da cidade.

Dos outros vereadores presos Aurélio Bonatto (PDT) levou uma sapatada na primeira sessão que compareceu e na segunda-feira foi chamado de ladrão pelo manifestantes que foram à Câmara. Tio Júlio Artuzi (PRB) se limitou a dizer que vai provar sua inocência e pediu para os jornalistas não fazerem perguntas para ele, pois não tinha condições de responder nada. José Carlos Cimatti (PSB) ficou calado durante a sessão de segunda-feira, mas o abatimento dele era visível.

Para Dirceu Longhi (PT) e Gino Ferreira (DEM) também sobram acusações. Indiciados pela Polícia Federal a situação dos dois está sendo analisada pelo Ministério Público Estadual que já pediu o afastamento dos nove vereadores presos e pode também incluir Gino e Longhi neste pedido.

O problema dos vereadores causa constrangimento para servidores da Câmara e para os suplentes que assumiram os cargos. Alguns funcionários da Câmara disseram que as imagens dos vereadores recebendo dinheiro que correu o mundo acabam prejudicando nos trabalhos legislativos. “Hoje as pessoas desconfiam até de nós”, disse uma servidora que pediu para não ser identificada.

Ainda continuam presos os vereadores Sidlei Alves (DEM), ex-presidente da Câmara, Humberto Teixeira Júnior (PDT), Marcelo Hall (PR) e Edivaldo Moreira (PDT). A próxima sessão do legislativo douradense deverá acontecer na segunda-feira dia 20.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat