Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 21 de abril de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Sinsemd defende 6 horas para profissionais da Saúde

21 Out 2004 - 16h35

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Sinsemd, através dos diretores José dos Santos Silva “Zezinho”, Rosana Ramos e Nilson Araújo, participou de mais uma rodada de negociações sobre a redução de oito para seis horas aos profissionais lotados na Secretaria Municipal de Saúde em Dourados, antigo anseio da categoria defendido pelo Sindicato e que serviu de proposta ao prefeito Laerte Tetila nas eleições passadas, idéia também defendida pelas outras coligações PDT/PTB e Prona.

 

Participaram do encontro, nesta quarta-feira, os secretários, Maria de Fátima Metelaro, Saúde; José Marques Luiz, Administração e Ermínio Guedes, Governo. O Sinsemd apresentou como proposta, o funcionamento 24 horas do Pronto Atendimento Médico PAM, do Hospital Universitário, seguindo o exemplo do Hospital Evangélico que já presta atendimento à população através do Serviço Único de Saúde SUS, em setores, para desafogar, descentralizar e atender os usuários com mais celeridade.

 

Ao mesmo tempo, também propôs forma que propicie condições de funcionamento em postos espalhados nos diversos locais do município, podendo inclusive ser incluído o PSF, seguindo o que preconiza o Ministério da Saúde.

 

 

O assunto já tinha sido levado ao conhecimento dos secretários Maria Metelaro (Saúde) e Antônio Leopoldo Van Suypene (Educação), recentemente, quando ficou acordado este novo encontro. Foi criada uma Comissão formada pelo Sinsemd, Prefeitura, Conselho Municipal de Saúde, Câmara Municipal, Entidades Classistas e população em geral para discutir e buscar meios na busca de solução para o problema, podendo apresentar relatório ainda neste ano, contrariando Ermínio Guedes que sugeriu o mês de março do ano que vem para apresentar alguma resposta.

 

“Tem que haver uma reestruturação urgente para atender a população”, comentou Zezinho, argumentando e ratificando o pedido dos servidores sobre a redução para seis horas da jornada de trabalho.

 

Médicos

 

Outro assunto na pauta desta reunião com os secretários municipais, diz respeito ao retorno do atendimento médico nas diversas áreas exclusivo aos servidores em geral e seus familiares, com Clínico Geral, Ginecologista, Pediatra, Psicólogo e Odontólogo. 

 

O próprio Sindicato dispõe de salas que podem ser usadas por estes profissionais. Porém, outros locais foram indicados, como o Posto da Vila Hilda e o Tipo A da rua Antonio Emilio de Figueiredo. “Nosso pedido é que a Prefeitura dê a devida atenção aos servidores”, comentou Zezinho.  

 

 

Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Confira agora os 5 passeios mais românticos de Bonito (MS)
EM ÁUDIO VAZADO
Em áudio, Onyx diz que governo deu 'uma trava na Petrobras', caminhoneiros podem ficar sossegados
EMOÇÃO E RECOMEÇO
Mãe e filho se reencontram em hospital após desabamento de prédios
ACIDENTE FATAL
Três morrem em explosão provocada por vazamento de botijão de gás
NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil
CAMPO BELO RESORT - PARAÍSO É AQUI
Com noite Árabe e Italiana, PACOTE do dia 03 a 05 de maio já disponível para o Campo Belo Resort
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
Menino de 12 anos foge de casa, burla esquema de segurança e embarca em avião
DEU RUIM
Vítima reage e mata assaltante que tentava roubar camioneta em Toledo – ASSISTA VÍDEO
PAI MONSTRO
Pai é preso suspeito de estuprar e engravidar a filha de 11 anos
15 METROS DE ALTURA
MILAGRE – Menina de um ano que caiu do 4º andar de prédio não sofreu nenhuma fratura