Menu
SADER_FULL
terça, 17 de julho de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Sinsemd defende 6 horas para profissionais da Saúde

21 Out 2004 - 16h35

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Sinsemd, através dos diretores José dos Santos Silva “Zezinho”, Rosana Ramos e Nilson Araújo, participou de mais uma rodada de negociações sobre a redução de oito para seis horas aos profissionais lotados na Secretaria Municipal de Saúde em Dourados, antigo anseio da categoria defendido pelo Sindicato e que serviu de proposta ao prefeito Laerte Tetila nas eleições passadas, idéia também defendida pelas outras coligações PDT/PTB e Prona.

 

Participaram do encontro, nesta quarta-feira, os secretários, Maria de Fátima Metelaro, Saúde; José Marques Luiz, Administração e Ermínio Guedes, Governo. O Sinsemd apresentou como proposta, o funcionamento 24 horas do Pronto Atendimento Médico PAM, do Hospital Universitário, seguindo o exemplo do Hospital Evangélico que já presta atendimento à população através do Serviço Único de Saúde SUS, em setores, para desafogar, descentralizar e atender os usuários com mais celeridade.

 

Ao mesmo tempo, também propôs forma que propicie condições de funcionamento em postos espalhados nos diversos locais do município, podendo inclusive ser incluído o PSF, seguindo o que preconiza o Ministério da Saúde.

 

 

O assunto já tinha sido levado ao conhecimento dos secretários Maria Metelaro (Saúde) e Antônio Leopoldo Van Suypene (Educação), recentemente, quando ficou acordado este novo encontro. Foi criada uma Comissão formada pelo Sinsemd, Prefeitura, Conselho Municipal de Saúde, Câmara Municipal, Entidades Classistas e população em geral para discutir e buscar meios na busca de solução para o problema, podendo apresentar relatório ainda neste ano, contrariando Ermínio Guedes que sugeriu o mês de março do ano que vem para apresentar alguma resposta.

 

“Tem que haver uma reestruturação urgente para atender a população”, comentou Zezinho, argumentando e ratificando o pedido dos servidores sobre a redução para seis horas da jornada de trabalho.

 

Médicos

 

Outro assunto na pauta desta reunião com os secretários municipais, diz respeito ao retorno do atendimento médico nas diversas áreas exclusivo aos servidores em geral e seus familiares, com Clínico Geral, Ginecologista, Pediatra, Psicólogo e Odontólogo. 

 

O próprio Sindicato dispõe de salas que podem ser usadas por estes profissionais. Porém, outros locais foram indicados, como o Posto da Vila Hilda e o Tipo A da rua Antonio Emilio de Figueiredo. “Nosso pedido é que a Prefeitura dê a devida atenção aos servidores”, comentou Zezinho.  

 

 

Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL PELO MUNDO
Real Madrid se recusa a permitir que Vinícius Júnior permaneça no Flamengo até o final de 2018
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Luzia descobre que seu filho com Beto não morreu
CONCURSOS - OPORTUNIDADES
Concurso: 13 órgãos abrem as inscrições para 1,9 mil vagas nesta segunda
FOI SALVAR O MELHOR AMIGO
Jovem morre afogado após pular em rio para tentar salvar cachorro
EDUCAÇÃO - FIES - INSCRIÇÕES
Fies abre inscrições nesta segunda com 155 mil vagas para 2º semestre
BOA NOTICIA
Preço da gasolina nas refinarias cai para R$ 1,997
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Karola vira escrava sexual de Remy
BRIGA DE RUA
Homem morre pendurado em grade
FAMOSIDADES
Luan Santana faz declaração emocionante a Padre Fábio de Mello: ''Obrigada pelos dias maravilhosos''
ARTIGO - DIA DO ROCK
DIA DO ROCK - ARTIGO: 'Há um tempo atrás não muito distante...', por Lucio Gazola