Menu
SADER_FULL
terça, 17 de setembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Setor reivindica revisão da classificação de carcaça

23 Ago 2004 - 17h03

Para o produtor rural, a Instrução Normativa sobre a classificação de carcaças precisa ser  debatida e revista de forma que não se torne uma armadilha para o setor. O assunto foi discutido hoje, na 2ª  reunião de debate do tema, realizada hoje (23), na Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), com pecuaristas, representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e da Famasul. 

 

Com esta proposta, a instrução prevê a obrigatoriedade de implantação do Sistema a partir de janeiro de 2005, e tem como finalidade apenas a descrição das condições de carcaça, com custo certo e sem previsão de retorno em remuneração ao produtor.

 

Segundo o fiscal federal agropecuário, Carlos Eduardo Tedesco, o MAPA, que construiu a posposta atual do sistema de classificação, não pode regular sozinho o mercado, por isso a necessidade do debate. “Isto precisa ser discutido, principalmente entre os produtores e a indústria, as duas partes mais importantes da cadeia produtiva”, ressalta.

 

De acordo com Ademar Silva Júnior, diretor-secretário da Famasul, a maior reivindicação é a suspensão do prazo determinado e a necessidade do sistema ter um caráter facultativo. Ele explica que apenas 20% da carne produzida hoje, no Estado, iria alcançar o padrão ideal pré-determinado na instrução. Dessa forma, a obrigatoriedade do sistema acabaria penalizando em grande parte os produtores. “Em vez disso, queremos que estes 20% produzidos sejam premiados com uma remuneração melhor, pela sua qualidade, sem penalizar os 80% restantes, o que prejudicaria muito o pecuarista que já enfrenta uma remuneração tão baixa na sua atividade”, diz Ademar.

 

Ele lembra que Mato Grosso do Sul é o principal fornecedor de carne para o Brasil.  “E por isso, não podemos simplesmente aceitar as decisões tomadas, temos que tomar à frente no debate, e posteriormente levar as questões levantadas para o âmbito nacional”, defende.

 

A próxima reunião está prevista para o dia 13 de Setembro, na Famasul. O Sindicato das indústrias frigoríficas será convidado a participar, juntamente com os produtores e os representantes do Ministério.

 

 

Famasul

Deixe seu Comentário

Leia Também

MUNDO MEDONHO
'Pago boleto, compro calcinha': usuários de aplicativos de paquera relatam apuros e curiosidades
FAMOSIDADES
Belo sai de casa após flagrar traição de Gracyanne
ASSASSINATO
PM é torturado e morto após circular boato de que seria 'estuprador'
JULGAMENTO
PMs acusados de chacina taparam câmera de segurança antes do crime
CASO DE POLÍCIA
Catador de reciclável recebe mochila com bebê congelado dentro
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo morre após carro bater em árvore em rodovia de MS
FAMOSOS
David Brazil causa ao expor bumbum de Anitta sem ela saber
ACIDENTE FATAL
Câmera de segurança registrou acidente fatal de enfermeira. VEJA O VÍDEO
MONSTRUOSIDADE
Homem que matou mãe e filha em Cascavel escreveu carta. Bebê tomou mamadeira “batizada”
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mulher e marido são presos suspeitos de estuprar menina de 11 anos que dormia na casa deles