Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 23 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CONTAINER
Brasil

Sarney convoca senado para votação da reforma do Judiciário

16 Jul 2004 - 14h47
O presidente do Senado, José Sarney, encaminhou comunicado a todos os outros 80 senadores informando que colocará em votação, já a partir do dia 10 de agosto, os quase 200 destaques apresentados à reforma do Judiciário. No primeira semana de julho, durante o esforço concentrado do Congresso, os senadores aprovaram o texto básico da reforma. Os requerimentos de destaque dos senadores buscam alterar o texto já aprovado.

Sarney informa ainda que, após o recesso deste mês, haverá sessões do Senado dos dias 2 a 9 de agosto, mas apenas não deliberativas, ou seja, dedicadas a discursos dos senadores e a comunicados da Mesa ou das lideranças partidárias.

Por causa das eleições municipais deste ano, o Congresso terá um funcionamento atípico, com a realização de pelo menos dois períodos de esforço concentrado de votações – o primeiro a partir de 10 de agosto e o segundo no mês de setembro, conforme acordo em negociação entre as lideranças partidárias e as presidências do Senado e da Câmara. No restante do tempo, haverá sessões não deliberativas até as eleições.

Todo segundo semestre em que são realizadas eleições, o Congresso funciona desta forma, permitindo que os deputados e senadores participem do final das campanhas nos estados. Nestas eleições, pelo menos 89 deputados e cinco senadores são candidatos a prefeito. Os senadores são Ana Júlia Carepa (PT) e Ducionar Costa (PTB), que disputam o cargo de prefeito de Belém (PA); César Borges (PFL), que ser se eleger prefeito de Salvador (BA); Marcelo Crivella (PL), que pleiteia a Prefeitura do Rio (RJ); e João Batista Motta (PPS), que tenta se eleger prefeito da cidade de Serra (ES).

Antes dos destaques da reforma do Judiciário, no entanto, os senadores terão de apreciar seis medidas provisórias, cujos prazos de tramitação já estão trancando a pauta de votações do Plenário. Por ter recebido urgência, também deve ser votado antes da reforma do Judiciário o projeto (PLC 32/04) que prorroga até 2019 a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados pago pelas empresas que produzem bens e serviços de informática. O prazo atual terminará em 2009. Este projeto esteve na ordem do dia da prorrogação dos trabalhos do Senado no início de julho, mas não foi a votação por falta de acordo com os senadores do Amazonas, onde se encontra a Zona Franca de Manaus, grande produtora do país de bens de informática.

 

 

Agência do Senado

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'