Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 23 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Salário mínimo rural sobe 4,97% e passa a R$ 404

4 Jul 2007 - 07h45

A convenção coletiva de trabalho definiu no último dia 30 de junho o novo piso salarial do trabalhador rural. O aumento foi de 4,97% subindo de R$ 385 para R$ 404. Os trabalhadores que ganham valores acima do piso terão que negociar diretamente com seus empregadores. Em Mato Grosso do Sul, a convenção coletiva acontece desde 1992 e garante ao empregado e ao produtor rural a possibilidade de chegar a um acordo sem prejuízo de ambas as partes.

Além de representantes da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (FAMASUL) e da Federação dos Trabalhadores (Fetagri), participaram também representantes dos Sindicatos Rurais. “A convenção preserva pontos favoráveis nas relações de empregabilidade”, frisou o presidente da FAMASUL, Ademar Silva Junior.

Para o presidente do Sindicato Rural de Coxim, Aristóteles Ferreira Júnior, pressupõe-se que com o acordo exista um plus de benefícios tanto para os trabalhadores quanto para os empregadores. “O objetivo é manter o que está pactuado na convenção coletiva. A convenção amplia e melhora a relação trabalhista entre as partes”, destaca.

Outra vantagem apontada pelo líder sindical é que a convenção diminui os conflitos trabalhistas na área rural. “Isso diminui o número de processos e desentendimentos na área trabalhista”, alerta Aristóteles.

Negociação

Inicialmente, os trabalhadores rurais queriam um reajuste de 13%, mas os produtores insistiram nos números dos custos de produção e no acumulo de prejuízos ao longo desses cinco anos no Estado. O presidente do Sindicato Rural de Ponta Porã, Ronei Fucks, também apresentou a convenção salarial de outros setores da economia.

O novo salário é vigente at é dia 30 de junho de 2008. Depois deve ser estabelecida uma nova convenção. A cópia do termo aditivo da convenção coletiva de trabalho 2007/2008 encontra-se no site do Ministério do Trabalho (www.mte.gov.br).

 

RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho