Menu
CÂMARA VICENTINA OUTUBRO 2019
segunda, 21 de outubro de 2019
CACAU SHOW FÁTIMA DO SUL 0
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Ribeirinhos atingidos pela cheia do rio Paraguai recebem ajuda

8 Mai 2007 - 04h38
 

116 famílias que vivem às margens do Rio Paraguai e já sofrem com os efeitos da enchente no Pantanal, estão sendo socorridos pela prefeitura de Corumbá. Uma equipe do município percorre o rio distribuindo cestas básicas, lonas, agasalhos e redes. O atendimento está sendo feito na região do alto Paraguai, de Corumbá até Porto do Alegre

O atendimento está sendo possível após levantamento da situação dessas famílias residentes na sub-região pantaneira do Paiaguás. Segundo o gerente da Defesa Civil, capitão-bombeiro Fábio Catarinelli, o levantamento apontou situação bastante “delicada e preocupante”. A equipe navegou 320 quilômetros, rio Paraguai acima, e constatou necessidade urgente de atendimento a 116 famílias, desalojadas pela cheia do Paraguai que hoje está com 5,04 metros, na régua de Ladário.

“É preocupante. Existem muitas famílias vivendo em condições precárias, necessitando desse apoio da Prefeitura”, disse Catarinelli. Ele informou que serão distribuídos nesta ação emergencial, 140 cestas básicas (existem famílias com até 15 pessoas vivendo em um mesmo teto, sob a água), 120 lonas para construção de barracos em área mais alta, 640 agasalhos e 150 redes.

A assistente social Marlene Alves, da Secretaria Executiva de Assistência Social, foi uma das responsáveis pelo cadastramento das famílias, ao lado do agente de Defesa Civil Josiney dos Santos. Segundo ela, há muita dificuldade em chegar ao local onde estão as famílias.

Ela explicou que muitas famílias deixaram suas casas e outras permanecem no mesmo local, vivendo em condições precárias. “Tem gente dormindo até em barcos que estão ancorados em coberturas de palha”, diz.

O levantamento, segunda ela, constatou que as famílias residem em casas de madeira ou de sapé, sobrevivendo da venda de iscas para os turistas e lavouras de subsistência. Nos últimos anos, passaram a contar com a assistência permanente do Governo do Estado e da Prefeitura de Corumbá, que realiza ações sociais em conjunto com o 6º Distrito Naval da Marinha.

 

 

 

RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO
Mulher desaparecida foi encontrada enterrada com braço para fora em canavial
TRAGEDIA NA RODOVIA
Violenta colisão entre caminhões mata os dois motoristas
ACIDENTE EM RIO
Barco com seis pessoas vira no Rio. Duas estão desaparecidas
TRISTEZA
Populares encontram corpo de criança desaparecida dentro de córrego
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Reforma da Previdência dos militares pode aumentar salários em até 75%
CENTENÁRIO
Aos 92 anos, Cid Moreira participa de festa pelo centenário de Orlando Drummond
POLEMICA
Sobrinho-neto do pastor Malafaia diz que família o mandou para cura gay: 'Um terror psicológico'
DOENÇA DO SÉCULO
Nego do Borel passa a limpo polêmicas em que se envolveu: Deus não me deixou entrar em depressão
MS FORTE
MS sobe duas posições no Ranking da Competitividade e é 2º em crescimento no cenário nacional
NOVELA GLOBAL
A Dona do Pedaço: Maria da Paz dá rasteira em Fabiana