MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 15 de Dezembro de 2017
RIO_DOURADOS
13 de Setembro de 2004 18h07

Revolução Farroupilha comemora 169 anos de luta

 

Considerado um dos maiores levantes organizado pelo povo brasileiro no século XIX, marcada a ponta de lança, muito sangue e coragem, assim foi a Revolução Farroupilha ou Guerra dos Farrapos durou de 1835 a 1845. Não se sabe ao certo que venceu ou perdeu, se foi o Governo Imperialista da época, ou os fazendeiros donos de estâncias e seus peões do Rio Grande do Sul que lutavam contra os ideais do império.

Foram vários os motivos que desencadearam a Revolução, entre eles podemos destacar o excesso de impostos cobrados nos produtos de origem bovina como carne, couro, sebo, graxa, além do Charque, principal material de exportação dos pecuaristas do Sul, enquanto o governo dava incentivos para a importação do Uruguai e Argentina, maior liberdade política, problemas econômicos, fim da escravidão de negros no país e principalmente a luta pela Proclamação da República do Brasil, com o intuito de fazer com que as pessoas fossem reconhecidas como brasileiros não povo de uma colônia de Portugal e da Espanhola, segundo informações de José Carlos Cardoso, de 76 anos um dos pioneiros da fundação do primeiro CTG no país, em 24 de abril de 1948, o 35º, na cidade de Porto Alegre.

A Revolução Farroupilha durou um ano, pois se tratava de um movimento envolvido em um civil. Um ano após a sua criação, a Revolução virou Guerra dos Farrapos, pois estava em conflito com o Uruguai e a Argentina que queriam aproveitar da situação para tentar tomar parte da região Sul. Depois 1938, houve a Proclamação a República Rio-grandense.

O objetivo dos Farroupilhas era lutar contra os Estados vizinhos e ganhando mais território como ocorreu em Santa Catarina, onde foi proclamada a República de Santa Catarina.Daí por diante foram dez anos de luta até o final da é o final da Guerra em 1945, devido à fragilidade que as tropas já estavam apresentando, ocasionada pelo longo tempo de combate incessante.

Conforme explicou Cardoso, muitas pessoas acreditam que o movimento era somente formado por idealistas rio-grandenses, mas ao contrário, era composto de nomes importantes como Bento Gonçalves, o mineiro Domingos José de Almeida, o carioca Isas Cintra, italianos que vieram para o país em 1824 fugindo da guerra na Itália, como é o caso de Josep Garibaldi, além de paulistas e alemães que se integraram aos soldados farrapos e seus ideais para a construção de um novo país independente dos grandes países que exploravam as nações no início de seu desenvolvimento, como é o caso de Portugal, Espanha Inglaterra e França.

 

 

RMT Online

Comentários
Veja Também
LOJA_02
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
FARMÁCIA_CENTROFARMA_300
Últimas Notícias
  
Nossa_Lojas
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.