Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 22 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Revolução Farroupilha comemora 169 anos de luta

13 Set 2004 - 18h07
 

Considerado um dos maiores levantes organizado pelo povo brasileiro no século XIX, marcada a ponta de lança, muito sangue e coragem, assim foi a Revolução Farroupilha ou Guerra dos Farrapos durou de 1835 a 1845. Não se sabe ao certo que venceu ou perdeu, se foi o Governo Imperialista da época, ou os fazendeiros donos de estâncias e seus peões do Rio Grande do Sul que lutavam contra os ideais do império.

Foram vários os motivos que desencadearam a Revolução, entre eles podemos destacar o excesso de impostos cobrados nos produtos de origem bovina como carne, couro, sebo, graxa, além do Charque, principal material de exportação dos pecuaristas do Sul, enquanto o governo dava incentivos para a importação do Uruguai e Argentina, maior liberdade política, problemas econômicos, fim da escravidão de negros no país e principalmente a luta pela Proclamação da República do Brasil, com o intuito de fazer com que as pessoas fossem reconhecidas como brasileiros não povo de uma colônia de Portugal e da Espanhola, segundo informações de José Carlos Cardoso, de 76 anos um dos pioneiros da fundação do primeiro CTG no país, em 24 de abril de 1948, o 35º, na cidade de Porto Alegre.

A Revolução Farroupilha durou um ano, pois se tratava de um movimento envolvido em um civil. Um ano após a sua criação, a Revolução virou Guerra dos Farrapos, pois estava em conflito com o Uruguai e a Argentina que queriam aproveitar da situação para tentar tomar parte da região Sul. Depois 1938, houve a Proclamação a República Rio-grandense.

O objetivo dos Farroupilhas era lutar contra os Estados vizinhos e ganhando mais território como ocorreu em Santa Catarina, onde foi proclamada a República de Santa Catarina.Daí por diante foram dez anos de luta até o final da é o final da Guerra em 1945, devido à fragilidade que as tropas já estavam apresentando, ocasionada pelo longo tempo de combate incessante.

Conforme explicou Cardoso, muitas pessoas acreditam que o movimento era somente formado por idealistas rio-grandenses, mas ao contrário, era composto de nomes importantes como Bento Gonçalves, o mineiro Domingos José de Almeida, o carioca Isas Cintra, italianos que vieram para o país em 1824 fugindo da guerra na Itália, como é o caso de Josep Garibaldi, além de paulistas e alemães que se integraram aos soldados farrapos e seus ideais para a construção de um novo país independente dos grandes países que exploravam as nações no início de seu desenvolvimento, como é o caso de Portugal, Espanha Inglaterra e França.

 

 

RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação