Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 17 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Recibos usados em defesa têm erro de digitação, diz Renan

19 Jun 2007 - 12h19
O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), apresentou a senadores nesta terça-feira (19) documentos que, segundo ele, comprovam que houve erro de digitação em recibos na venda de gado em Alagoas. O que, de acordo com Renan, derrubaria a acusação de duplicidade de cheques nos documentos.
 
Com os recibos, o presidente do Senado busca comprovar que tinha recursos suficientes para pagar a pensão à filha que teve fora do casamento. Ele é acusado de ter essa despesa paga pelo lobista de uma construtora.

Renan entregou aos colegas dois recibos datados de 21 de junho de 2004 com o mesmo número de cheque: 409.571, de uma conta corrente do HSBC. O recibo é assinado por Marcelo Nunes Amorim. O primeiro trata da venda de 1.526 arrobas de gado por R$ 95.232,00. Já o segundo refere-se à venda de 550 arrobas por R$ 30.800,00.
Segundo Renan, houve erro de digitação sobre o número de cheque. Ele apresentou um cheque de R$ 95.232,00 com o número 409.575 e não o 409.571 que consta no recibo. O senador também mostrou aos senadores o cheque de R$ 30.800,00, este sim com o número 409.571.
 
 Perícia
O presidente do Conselho de Ética do Senado, Sibá Machado (PT-AC), informou que a perícia da Polícia Federal (PF) nos documentos apresentados por Renan deve chegar ao Congresso somente na tarde desta terça-feira (19).
A perícia, aliás, pode revelar algumas inconsistências que precisariam de mais tempo de análise por parte dos peritos.
 
A informação foi dada pelo diretor-geral da PF, Paulo Lacerda, ao senador Eduardo Suplicy (PT-SP). Segundo Suplicy, integrante do Consellho de Ética, Lacerda informou a ele por telefone que a perícia deve conter conclusões importantes, mas ressaltou que precisaria de mais tempo para uma análise minuciosa em outros pontos.
"Ele me disse que o relatório deve trazer conclusões importantes, mas pode falar que, em alguns pontos, precisa de tempo", disse Suplicy. A perícia começou no último sábado (16).
Suplicy avisa que, se a perícia não for conclusiva, ele dificilmente votará pelo arquivamento do processo contra Renan na reunião do Conselho de Ética nesta quarta-feira (20).
"Havendo necessidade de mais tempo para tirar conclusões, sou a favor desse tempo. Eu, aliás, recomendei ao diretor da PF que a perícia diga qual é esse prazo", afirmou. "Quero votar de maneira convicta, não por pressão política", disse.
 
 Justificativas
Renan apresentou notas que comprovariam que ele tinha rendimentos suficientes para pagamento da pensão à jornalista Mônica Veloso, com quem tem uma filha de 3 anos, e que provinham de comercialização de gado.
 
O presidente do Senado é acusado de receber ajuda financeira de um lobista para pagar parte dessa pensão. Reportagem do "Jornal Nacional" de quinta-feira (14) mostrou divergências nos recibos de rendimentos rurais.
Sibá aguarda para esta terça a chegada da perícia, feita pela PF em Maceió. Ele ainda terá que escolher um novo relator para o processo. É que o atual relator, Epitácio Cafeteira (PTB-MA), autor do relatório favorável a Renan, pediu afastamento de dez dias por motivos de saúde.
Sibá chegou a afirmar que o relatório de Cafeteira não pode ser alterado por esse novo relator. Agora, o presidente do Conselho de Ética diz que somente nesta terça poderá confirmar essa informação. "Quero me cercar disso tudo", afirmou.
 
 Aliados
A posição de Suplicy de que aceitará o prazo pedido na perícia sinaliza a dificuldade de Renan dentro do conselho. Considerado aliado do presidente do Senado, Suplicy já avisou que não se compromete a votar a favor do relatório de Cafeteira. O mesmo já foi dito por Renato Casagrande (PSB-ES), outro senador próximo de Renan. Com isso, o placar fica indefinido dentro do Conselho de Ética.
 
 
G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem atira em esposa e se mata com granada
SUPERAÇÃO
Pedreiro cadeirante enfrenta difilculdades e sustenta a família trabalhando em obras
GASES MORTAIS
Homem morre após segurar peidos na casa da namorada
REALITY SHOW
'BBB 19': Danrley diz ser virgem, e irmã brinca: 'Nem no signo'