Menu
SADER_FULL
quarta, 20 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Receita apreende 18 mil declarações fraudadas do IR

27 Abr 2007 - 05h00
A Receita Federal apreendeu cerca de 18 mil declarações de Imposto de Renda fraudadas, em operação para desbaratar quadrilha especializada neste tipo de golpe em São Paulo. Os documentos foram encontrados em três escritórios de contabilidade em São Paulo e, juntos, teriam causado um prejuízo estimado de R$ 150 milhões.

Para inflar o valor da restituição, os golpistas lançavam nas declarações despesas falsas com médicos, escolas e previdência privada. Na maior parte dos casos, os fraudadores aumentavam os gastos dos clientes criando falsos dependentes. Nos locais foram apreendidos computadores, documentos, CDs e pen drives.

A Receita Federal vai agora analisar os documentos apreendidos para ter certeza se os contribuintes participaram da fraude ou foram enganados. Os contribuintes ainda podem retificar espontaneamente as declarações antes de serem chamados pela Receita, sem ser cobrado o imposto devido.

Já os donos dos escritórios vão responder por crime contra a ordem tributária e formação de quadrilha. A pena, em caso de condenação, pode chegar a cinco anos de prisão.

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

SUPERAÇÃO
Jovem que morou 5 anos nas ruas se forma em Direito
FENÔMENO
Maior superlua de 2019 iluminará o céu nesta terça, 19
FAMOSIDADES
Padre sertanejo acusado de ostentação cobra entrada de idosos para assistir programa
ACIDENTE FATAL
Adolescente é atropelada quando levava pai em cadeira de rodas, veja o vídeo
VIOLENCIA DOMESTICA
'Não consigo reconhecê-la', diz irmão de mulher espancada no 1° encontro
O REI ROBERTO CARLOS
Roberto Carlos vestiu rosa e se mostrou contrário a projeto de Jair Bolsonaro
BRIGA NO PLANALTO
Magoado e traído, Bebianno não vai poupar filho de Bolsonaro
TRÁGICO
Mãe do piloto de Ricardo Boechat morre três dias após o filho
OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa