Menu
SADER_FULL
domingo, 18 de agosto de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Quatro trabalhadores escravos morrem em acidente no Pará

30 Ago 2004 - 17h53
Quatro trabalhadores morreram ontem em um acidente de caminhão no município de Rondon, no Pará. Eles faziam parte de um grupo mantido em regime de escravidão em três carvoarias. De acordo com a assessoria do Ministério do Trabalho e Emprego, o aliciador dos trabalhadores, Sérgio Venturini, tentou retirar os carvoeiros do local antes da chegada do Grupo Especial de Fiscalização Móvel.

Um dos caminhões contratados por Venturini capotou com 14 trabalhadores. No acidente, morreram quatro pessoas, entre elas uma mulher. O Grupo Especial conseguiu libertar 59 trabalhadores. A equipe, composta por auditores-fiscais do trabalho, policiais federais e um procurador do trabalho, permanece na região providenciando o levantamento das indenizações trabalhistas.

Um levantamento da Secretaria de Inspeção do Trabalho e da Comissão Pastoral da Terra mostra que o Pará foi o estado com o maior número de trabalhadores escravos libertados entre 1995 e 2003. Cerca de 4,6 mil pessoas foram encontradas submetidas a essa condição.

 

 

Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINENSE DE CORAÇÃO
Após 30 anos dividindo palco, Erika Figueiredo aposta no solo e lança clipe, ASSISTA
SIAMESAS
Mulher dá à luz gêmeas siamesas de 3,700KG as duas
ACIDENTE DE TRABALHO
Homem morre ao ser puxado por colheitadeira quando fazia limpeza
TENTATIVA DE HOMICIDIO
Cansada de apanhar mulher desfere golpes de faca em companheiro
POLICIAIS CORRUPTOS
PMs são denunciados por ligação com tráfico; bandidos fizeram foto em caveirão
NOVELA GLOBAL
Camilo descobre segredo de Chiclete e Vivi em 'A dona do pedaço'
LIBERADO
PIS/Pasep para nascidos em agosto já está liberado
ALUCIENÓGENO
Video: Vovó fica doidona ao provar acidentalmente maconha do neto
TARADO AGIU NA IGREJA
Homem é preso após abusar de criança de 4 anos dentro de igreja
CRUELDADE
Adolescente que estava desaparecido foi brutalmente assassinado e queimado