Menu
SADER_FULL
terça, 17 de julho de 2018
PASSARELA
Busca
DR. SHAPE
Brasil

PT é atacado em debates em SP e Porto Alegre

6 Ago 2004 - 08h00
Os principais candidatos à prefeitura de São Paulo participaram de um debate na TV Bandeirantes na noite de ontem. O encontro de duas horas e meia foi marcado pelas críticas à gestão de Marta Suplicy (PT), mas não houve momentos de exaltação ou brigas durante as discussões. "Só levei bordoada de tudo quanto é jeito", brincou a prefeita.

Foi o primeiro debate com a participação dos três candidatos que lideram as pesquisas: José Serra (PSDB), Paulo Maluf (PP) e a atual prefeita, Marta Suplicy (PT). Além deles, participaram Luiza Erundina (PSB), Paulo Pereira da Silva (PDT), Havanir Nimtz (Prona) e Ciro Moura (PTC).

A presença das "estrelas" da campanha paulistana, que haviam faltado ao debate na Rede Globo, gerou a expectativa de polarização e radicalização das acusações entre Serra, Maluf e Marta. No entanto, apenas a candidata do PT sofreu com as críticas. Maluf foi poupado das acusações. A orientação das assessorias dos partidos foi evitar falar da vida pessoal dos concorrentes para não conceder direitos de resposta.

A saúde foi o principal assunto. O ex-ministro José Serra chegou a fazer uma "dobradinha" com Paulinho para dissertar sobre o tema, sua especialidade. Os dois candidatos fizeram perguntas mútuas, falaram sobre as suas idéias para resolver os problemas do setor, e criticaram a atual gestão. Alguns líderes do PT que assistiam às discussões nos estúdios, como os ministros Aldo Rebelo (Articulação Política) e Márcio Thomaz Bastos (Justiça), o senador Aloisio Mercadante e o presidente nacional do PT, José Genoino, condenaram o expediente usado pelos concorrentes.

Como de costume, Maluf e Havanir arrancaram gargalhadas com frases de efeito e comentários agudos. "Olha Marta, não fique brava comigo, mas São Paulo não agüenta mais você quatro anos com esta gastança", disse o ex-prefeito ao criticar os gastos da prefeitura. Havanir fez um discurso apaixonado sobre os desvios no Ministério da Saúde, chegando a afirmar que havia funcionários do órgão que não saberiam diferenciar um "protosoário de uma bactéria". A platéia achou graça.

A "tropa de choque" petista presente no local saiu em defesa da prefeita. Genoino classificou como "demagogia" as críticas de Erundina e Maluf. O candidato do PTC iniciou a única polêmica que permeou o debate, ao chamar o Anhembi de "cabide de empregos". Marta rebateu a acusação.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL PELO MUNDO
Real Madrid se recusa a permitir que Vinícius Júnior permaneça no Flamengo até o final de 2018
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Luzia descobre que seu filho com Beto não morreu
CONCURSOS - OPORTUNIDADES
Concurso: 13 órgãos abrem as inscrições para 1,9 mil vagas nesta segunda
FOI SALVAR O MELHOR AMIGO
Jovem morre afogado após pular em rio para tentar salvar cachorro
EDUCAÇÃO - FIES - INSCRIÇÕES
Fies abre inscrições nesta segunda com 155 mil vagas para 2º semestre
BOA NOTICIA
Preço da gasolina nas refinarias cai para R$ 1,997
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Karola vira escrava sexual de Remy
BRIGA DE RUA
Homem morre pendurado em grade
FAMOSIDADES
Luan Santana faz declaração emocionante a Padre Fábio de Mello: ''Obrigada pelos dias maravilhosos''
ARTIGO - DIA DO ROCK
DIA DO ROCK - ARTIGO: 'Há um tempo atrás não muito distante...', por Lucio Gazola