Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 18 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

PT é atacado em debates em SP e Porto Alegre

6 Ago 2004 - 08h00
Os principais candidatos à prefeitura de São Paulo participaram de um debate na TV Bandeirantes na noite de ontem. O encontro de duas horas e meia foi marcado pelas críticas à gestão de Marta Suplicy (PT), mas não houve momentos de exaltação ou brigas durante as discussões. "Só levei bordoada de tudo quanto é jeito", brincou a prefeita.

Foi o primeiro debate com a participação dos três candidatos que lideram as pesquisas: José Serra (PSDB), Paulo Maluf (PP) e a atual prefeita, Marta Suplicy (PT). Além deles, participaram Luiza Erundina (PSB), Paulo Pereira da Silva (PDT), Havanir Nimtz (Prona) e Ciro Moura (PTC).

A presença das "estrelas" da campanha paulistana, que haviam faltado ao debate na Rede Globo, gerou a expectativa de polarização e radicalização das acusações entre Serra, Maluf e Marta. No entanto, apenas a candidata do PT sofreu com as críticas. Maluf foi poupado das acusações. A orientação das assessorias dos partidos foi evitar falar da vida pessoal dos concorrentes para não conceder direitos de resposta.

A saúde foi o principal assunto. O ex-ministro José Serra chegou a fazer uma "dobradinha" com Paulinho para dissertar sobre o tema, sua especialidade. Os dois candidatos fizeram perguntas mútuas, falaram sobre as suas idéias para resolver os problemas do setor, e criticaram a atual gestão. Alguns líderes do PT que assistiam às discussões nos estúdios, como os ministros Aldo Rebelo (Articulação Política) e Márcio Thomaz Bastos (Justiça), o senador Aloisio Mercadante e o presidente nacional do PT, José Genoino, condenaram o expediente usado pelos concorrentes.

Como de costume, Maluf e Havanir arrancaram gargalhadas com frases de efeito e comentários agudos. "Olha Marta, não fique brava comigo, mas São Paulo não agüenta mais você quatro anos com esta gastança", disse o ex-prefeito ao criticar os gastos da prefeitura. Havanir fez um discurso apaixonado sobre os desvios no Ministério da Saúde, chegando a afirmar que havia funcionários do órgão que não saberiam diferenciar um "protosoário de uma bactéria". A platéia achou graça.

A "tropa de choque" petista presente no local saiu em defesa da prefeita. Genoino classificou como "demagogia" as críticas de Erundina e Maluf. O candidato do PTC iniciou a única polêmica que permeou o debate, ao chamar o Anhembi de "cabide de empregos". Marta rebateu a acusação.

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem atira em esposa e se mata com granada
SUPERAÇÃO
Pedreiro cadeirante enfrenta difilculdades e sustenta a família trabalhando em obras