Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 24 de maio de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Produtividade da cana no Estado pode dobrar até 2010

28 Ago 2007 - 08h51
A produtividade da cultura cana-de-açúcar no Estado de Mato Grosso do Sul deve crescer entre 50% a 100% até 2010. A informação foi dada pelo professor Godofredo César Vitti durante sua palestra com o tema "Fertilização da Cultura de Cana-de-açucar" realizada na manhã desta segunda-feira no Canasul 2007, realizado no Centro de Convenções Ruben Gil de Camillo, na Capital.

"Com a aplicação da adubação adequada, começando com a amostragem e analise de solo, seguida das praticas de corretivas até a aplicação da adubação mineral, teremos altos ganhos de produtividade, entre 50% a 100%", declarou Vitti.

Segundo explica o professor em Adubos e Adubação e Fertilidade do Solo e  Coordenador nacional do Programa de Qualidade de Análise de Folha, o Estado possui características muito positivas para a cultura da cana, como a presença de solos profundos, boa quantidade de chuvas, mas, infelizmente, possui baixa fertilidade nos solos.
"A correção dos solos no Estado exige manejo simples, se for feita uma correta fosfatagem, aumentando a capacidade de absorção de nutrientes das plantas, podemos ter longevidade da cana-de-açúcar para até oito cortes", explica.

Outras vantagens observadas pelo pesquisador, é a oferta e disponibilidade de calcário, do gesso agrícola e da aquisição do fosfato natural reativo. "As práticas que visam aumentar a eficiência da adubação mineral, isto é, a calagem, gessagem, fosfatagem, adubação verde e  adubação orgânica, potencializar o uso da adubação mineral, o que é vantajoso economicamente, já que o mineral é o insumo mais caro, e conseguimos potencializar o seu uso", destaca. Aliados a esses cuidados, o Vitti também lembra da importância da escolha da variedade adequada para a região, obedecendo o correto período de plantio.

"O produtor deve ficar atendo ao correto período de plantio, que ocorre na região entre março e junho e manter o cuidado com as ervas daninhas", e acrescenta, "o macrozonemento ambiental que está sendo elaborado pelo governo do Estado, será fundamental, já que estabelecerá os ambientes aonde as variedades serão mais adequadas, em função do clima e solo", afirma.

Quanto a pesquisa para a melhoria das cultivares e do manejo, dentro das características do Estado, Vitti sugere que o Estado, através da Agraer busque estabelecer parcerias e iniciativas de estudos mais estreitas com a Embrapa e com os centros de pesquisa do Estado de São Paulo. "Tranquilamente até 2010 todas estes avanços tecnológicos e de novas práticas de manejo estão sendo aplicadas e disseminadas no Estado", conclui.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Governo dobra vagas de concurso da PF e convocações saem no fim do ano
FEMINICIDIO
Mulher é morta com 75 facadas pelo ex-marido após 25 anos de casamento
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
'Peguei meu filho e achei que estivesse morto', diz mãe de criança dopada em creche
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Confira o que tá na promoção que vai até este sábado no O Boticário em Fátima do Sul
BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Visite Bonito (MS) na baixa temporada, saiba o porquê!
FÁTIMA DO SUL - TRATAMENTO COACH
De Nova Andradina, Vanessa recupera autoestima com tratamento 'Coach' Célia Tenório de Fátima do Sul
CASA BOCA SUJA
morador instala placas com palavrões nos muros de casa
MACABRO
Mulher é encontrada morta ao lado de uma oferenda
AMOR AO PRÓXIMO
Acidentada e abandonada, idosa é adotada por mulher de 30 anos
TRISTEZA
Morre menina que teve o corpo queimado em tentativa de furto em oleoduto, em Duque de Caxias