Menu
SADER_FULL
sábado, 23 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

PM cumpre vários mandados de prisão no mês de setembro em Fátima do Sul

8 Nov 2010 - 15h00Por Campo Grande News

No interior do estado, 180 pessoas foram presas nos meses de setembro e outubro em cumprimento de mandado. Policiais das unidades do CPI (Comando de Policiamento do Interior) fizeram policiamento preventivo com abordagens e checagem de pessoas, retirando de circulação os procurados pela justiça.

O 7º BPM (Batalhão de Polícia Militar) de Aquidauana foi responsável por mais de 18% dos mandados cumpridos. Na região, 33 pessoas foram presas em atividades rotineiras do batalhão, como abordagens feitas em bares, ruas e pontos de grande movimento. A abordagem mais recente que resultou em prisão por mandado, foi no fim da noite de sexta-feira (5) em bar de Anastácio, com a detenção de um homem de 36 anos.

Os outros 147 mandados foram cumpridos pelos batalhões de Jardim, Nova Andradina, Dourados, Três Lagoas, Corumbá, Coxim, Ponta Porã, Fátima do Sul, 3ª CIPM (Companhia Independente de Polícia Militar) de Amambaí, 2ª CIPM de Maracaju, 1ª CIPM de Bonito, batalhão de Naviraí, de Paranaíba e Polícia Rodoviária Estadual.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico