Menu
SADER_FULL
sábado, 23 de março de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Pagamento a servidores inativos será em outubro

21 Ago 2004 - 10h09
O governo estima que vai devolver cerca de R$ 15 milhões da contribuição dos servidores inativos como resultado da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). O pagamento será feito numa única parcela no mês de outubro. A informação é do diretor de programas da Secretaria de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Vladimir Nepomuceno. Os valores se referem as cobranças feitas nos meses de junho, julho e agosto.

O governo espera restituir em outubro os valores referentes ao recolhimento de 11% que vinha sendo feita nos benefícios de aposentados e pensionistas que recebiam menos que R$ 2.508.72. "Vamos trabalhar para que tudo aconteça na folha de setembro. Mas nós precisamos da publicação do acórdão do STF no Diário Oficial da União. Porque só a partir daí começa a contar o prazo. Então, podemos começar a processar a folha", disse.

Nepomuceno salientou ainda que a legislação não permite o parcelamento do débito. Pelos cálculos preliminares, o governo deverá receber também, na mesma folha e em parcela única, a restituição de R$ 60 milhões dos inativos que entraram na justiça para não pagar a contribuição. Esse é o caso de 44.960 pessoas que recebem acima do piso estabelecido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), e que, amparado em ações judiciais, não pagavam os 11%.

Um total de 118.236 inativos deixam de contribuir após a decisão do STF de ampliar o valor mínimo dos R$ 1.505,23 para R$ 2.508,72. O total de contribuintes caiu de 245.271 contabilizados anteriormente, para 127.035. Com isso, a previsão de arrecadação anual com a contribuição cai de R$ 875,6 milhões para R$ 810,8 milhões, uma perda aproximada de R$ 65 milhões.

De acordo com o diretor de programas, os números divulgados até agora pela imprensa são imprecisos, porque não levam em conta diversas variáveis. "Há uma série de conflito de informações e números que a gente não trabalha. Estamos trabalhando a checagem dos números e aqueles que estão sendo divulgados, o Ministério entende como passivos de análise, porque não consideram uma série de questões".
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME NA MADRUGADA
Mulher é brutalmente assassinada; carro foi visto deixando o local
CRIMINOSO FORAGIDO
Homem invade apartamento para roubar e estupra adolescente
FAMOSIDADES
Leonardo não foi ao casamento da filha, Jéssica, porque se irritou com o "cache" recebido pelo casal
DOENÇA TERRIVEL
Jovem com câncer terminal foge de hospital, realiza desejo de comer hambúrguer e morre
SUICIDIO
Técnica de enfermagem tira a própria vida dentro de banheiro de hospital
PACOTE PÁSCOA NO CAMPO BELO RESORT
Campo Belo Resort com pacote especial para a PÁSCOA, Confira aqui e já faça sua reserva
CORAJOSA
Mulher reage a assalto e dá surra em bandido
DESUMANIDADE
Motorista morre em acidente com caminhão e carga de frango é saqueada
LOTERIA
Loterias do final de semana podem pagar mais de R$ 23 MILHÕES
CRIATIVIDADE
Mulher consegue emprego após 5 horas no semáforo com cartaz