Menu
SADER_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Orientação do PSDB racha bancada tucana na Assembléia

4 Set 2007 - 15h42

A orientação do diretório estadual do PSDB aos deputados para que votem contra o mérito do projeto da Defensoria Pública que cria taxa de 5% a ser cobrada sobre custas judiciais e emolumentos extrajudiciais divide a bancada tucana na Assembléia Legislativa.

Os tucanos Dione Hashioka e Márcio Fernandes já declararam que não deverão seguir a orientação partidária e devem votar pela aprovação do projeto. Já Reinaldo Azambuja tinha anunciado o seu posicionamento contrário ao projeto desde quando começou a ser debatido na Casa. E o Professor Rinaldo, nesta manhã, informou que vota conforme a orientação do diretório.

No dia 28, o projeto foi aprovado em Plenário com 17 votos em primeira discussão, sendo que votaram contra somente a bancada do PT – Pedro Kemp, Pedro Teruel, Amarildo Cruz e Paulo Duarte – e o deputado Zé Teixeira (DEM). Em primeiro turno é avaliada apenas a constitucionalidade do projeto.

No dia seguinte à votação, assinaram emenda supressiva os deputados acima citados mais Marcos Trad (PMDB), Ari Artuzi (PMDB) e o tucano Reinaldo Azambuja.

Márcio disse que como sempre vai continuar favorável ao projeto, não acatando a orientação do PSDB estadual. Ele defendeu, porém, a emenda proposta em Plenário pelo deputado Júnior Mochi (PMDB) que defende que a taxa seja retirada de outro fundo já existente, de modo que os consumidores não sejam onerados.

O projeto tramita na Assembléia aguardando a segunda votação, que avalia o mérito. O quadro atual indica que o grupo contrário ao projeto ampliou e tem agora pelo menos nove parlamentares. O resultado ainda seria insuficiente para barrar o projeto, já que para não depender das ausências, o grupo precisa de pelo menos 12 votos. Por outro lado, para ser aprovado, são necessários pelo menos 13 votos.

 

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai