Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 21 de novembro de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Operação apura grupo por fraude no INSS

30 Jul 2004 - 09h19
Uma suposta quadrilha formada por pelo menos 15 auditores da Previdência Social no Estado do Rio estaria fraudando o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) ao computar valores menores para débitos previdenciários de empresas fiscalizadas.
   
   A estimativa inicial, segundo a Superintendência da Polícia Federal no Rio, é que o grupo já causou, no mínimo, prejuízo de R$ 42 milhões nos últimos 12 meses.
   
   Os nomes dos auditores suspeitos e das empresas estão sendo mantidos sob sigilo.
   
   Em ações simultâneas (RJ, MG e RN), força-tarefa formada pela PF, Ministério Público Federal e INSS apreendeu nesta semana documentos de empresas supostamente participantes. Ninguém foi preso. Segundo a delegada Ana Maria Pompilho da Hora, da Deleprev (Delegacia de Repressão a Crimes Previdenciários), um dos integrantes do grupo fraudou 23 ações fiscais. Segundo Hora, o auditor suspeito lançou no sistema do INSS débitos menores do que o devido. Parte da diferença seria embolsada pelos acusados.
   
   O mesmo auditor, diz a delegada, foi responsável pela fiscalização de uma empresa de locação de mão-de-obra na Barra da Tijuca (zona oeste do Rio). A empresa, sob investigação, recusou-se a entregar a documentação contábil ao grupo de refiscalização previdenciária, que apura as fraudes.
   
   Segundo a delegada, as empresas que foram fiscalizadas pelos demais suspeitos de integrarem a quadrilha entregaram normalmente a documentação exigida pelo INSS. Todos os documentos apreendidos até agora estão sendo analisados pelo grupo de refiscalização da Previdência. Ainda não há previsão para a conclusão

Deixe seu Comentário

Leia Também

NA LUTA PELA VIDA
Assessoria nega morte e diz que Gugu está na UTI
ENTÃO!!!
Galvão Bueno teria provado 'Viagra Natural' horas antes de passar mal
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Como cuidar da pele no verão?, O Boticário te ajuda, confira
POLITICA NOVA
Candidatos de novo partido podem ficar de fora das eleições
DOENÇA TERRIVEL
Zé Felipe, filho de Leonardo, gasta R$9 mil a cada medicação para doença incurável
MORTE E COMOÇÃO
Mãe de ator Caio Junquera morre dez meses após adeus ao filho
FAMOSIDADES
Bruna Marquezine doa R$ 120 mil para ajudar orfanato no Rio
FUTEBOL
Galvão Bueno passa mal, é operado às pressas em Lima e não narrará final da Libertadores
BOA NOTÍCIA
2020 terá o dobro de feriados prolongados; Confira as datas
CONSEGUIU
Estudante brasileiro mora na Bolívia pega 25 veículos para passar por bloqueios e chegar até fronteira em MS