Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 20 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

OAB quer acabar com exercício ilegal da profissão em MS

27 Set 2004 - 11h15
Convênio firmado entre a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e o TJ (Tribunal de Justiça) de Mato Grosso do Sul tenta acabar com o exercício ilegal da profissão de advogado. De acordo com a assessoria da OAB, ficam impossibilitados de advogar os profissionais inscritos que estejam suspensos ou que tiveram as inscrições cassadas.

A iniciativa tem como objetivo defender também os interesses das pessoas que buscam o Judiciário para a solução de conflitos e para
evitar prejuízos à máquina judiciária. Além disso, um banco de dados contendo informações sobre os cerca de 6,5 mil advogados inscritos no Estado será disponibilizado ao TJ.

Caso o advogado esteja suspenso ou tenha a sua inscrição cassada nos quadros da OAB, ao protocolar uma ação o processo não será distribuído. Os próprios servidores dos cartórios estarão encarregados de checar a situação do advogado por meio do sistema antes de enviar a petição para o setor de distribuição ou para o juiz da Vara.

Conforme o presidente da OAB de MS, Geraldo Escobar, diante de uma situação dessa o profissional, desde que não tenha sido excluído dos quadros da instituição, deverá regularizar a sua situação perante a Ordem ou orientar o cliente a constituir outro advogado.

“Dessa forma estaremos garantindo o cumprimento das decisões ou sanções aplicadas pelo Tribunal de Ética e que já não comportem mais recursos aos Conselhos Seccional ou Federal”, explica. O presidente disse ainda que em virtude do convênio, as pessoas devem obter na OAB informações sobre o advogado que desejam contratar.

Além de Escobar, participaram do evento o presidente do TJ, Rubens Bergonzi Bossay, e representantes diretores da Caixa de Assistência dos Advogados.
 
 
MS Notícias

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS