MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 18 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
30 de Outubro de 2004 08h58

Mulheres disputam o segundo turno em 14 cidades

No segundo turno das eleições municipais, as mulheres vão participar da disputa em 14 cidades. Ao todo são 17 candidatas para as eleições que vão ocorrer neste domingo (31) em 44 municípios. Duas deputadas federais concorrem ao cargo de prefeita. Telma de Souza (PT-SP) disputa a Prefeitura de Santos (SP); e Maria do Rosário (PT-RS) a de Porto Alegre, como vice na chapa do atual prefeito Raul Pont, candidato a reeleição.
No primeiro turno, das oito deputadas que se candidataram a Prefeituras, somente a deputada Maria Lúcia (PMDB-RJ) foi eleita, com 115.143 votos (53,80%).

Primeiro turno
No primeiro turno das eleições de 2004 foram eleitas vereadoras 6.555 (8,56%) mulheres das 76.551 que disputaram vagas nas câmaras municipais e entre as 1.498 candidatas a prefeita foram eleitas 404 (26,96%). Os dados foram sistematizados pelo Cfemea a partir dos resultados do Tribunal Superior Eleitoral.
Em 2000, as candidatas ao cargo de vereadora somaram 70.321, sendo eleitas 7.001, o que representa 9,95% das candidatas. Nesse mesmo ano, as candidatas às prefeituras somaram 1.139, sendo eleitas 317, o que representa 27,83%.

Aumento da participação
A diretora do Centro Feminista de Estudos e Assessoria (CFêmea), Almira Rodrigues, destaca que as mulheres ampliaram suas posições nas prefeituras e, embora tenham reduzido cadeiras nas Câmaras, ampliaram proporcionalmente a sua presença nos legislativos municipais em todo o País. "O aumento ocorrido foi, entretanto, muito pequeno. Para entender esta situação precisamos considerar alguns fatores: o perfil masculino dos partidos políticos, o elitismo do sistema eleitoral brasileiro e a mentalidade patriarcal dos eleitores".
A socióloga destaca ainda que embora as mulheres estejam se candidatando cada vez mais, apenas uma pequena parcela tem sido eleita, "o que expressa as dificuldades do eleitorado em votar em mulheres”. Ele explica que um dos fatores responsáveis por isto é que as campanhas de mulheres são, em alguns aspectos, menos expressivas e abrangentes que a dos homens, pois tendem a contar com menos recursos financeiros, poucas articulações e apoios políticos, e dificuldade para uma dedicação exclusiva e integral.

Estatuto da Mulher
Na quinta-feira, a Comissão Especial que estuda o Estatuto da Mulher (PL 1399/03) terá reunião para definir o cronograma de viagens. A reunião está prevista para as 10 horas, no plenário 16.
 
 
 
Agência Câmara
Comentários
Veja Também
Nossa_Lojas
FARMÁCIA_CENTROFARMA_300
HERBALIFE_300
Últimas Notícias
  
HERBALIFE_300
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.