Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 17 de julho de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

MPE entra com nova ação de improbidade contra prefeito de Naviraí

7 Mai 2007 - 15h53

O promotor de Justiça Paulo da Graça Riquelme de Macedo Júnior, da Promotoria do Patrimônio Público de Naviraí, ingressou, no dia 4 de maio, com mais uma ação de improbidade administrativa contra o prefeito Zelmo de Brida (PR). A ação, que está sendo analisada pelo juiz Juliano Rodrigues Valentim, da 1ª Vara de Comarca de Naviraí, denuncia Zelmo de Brida por fazer auto-promoção durante inaugurações de obras públicas.

Segundo o promotor de Justiça, o prefeito de Naviraí estaria se auto-promovendo durante as inaugurações de obras realizadas pela Prefeitura com recursos públicos, sendo que pela lei o administrador pode apenas divulgar a obra e não fazer relação com o nome dele. O magistrado já intimou Zelmo de Brida a depor sobre outro processo de improbidade administrativa, conforme ação civil pública ajuizada pelo MPE (Ministério Público Estadual).

O processo trata de uma licitação supostamente conduzida de forma a beneficiar empresa A.R. Selem Júnior, de propriedade do ex-chefe de gabinete da Prefeitura na administração anterior, Abdul Rahmen Selem, que também foi intimado a depor. O magistrado deu prazo para que as partes se manifestem e para que o prefeito e outros nove envolvidos no processo apresentem defesa.

O juiz afirma na sentença que só depois disso decidirá se acata o pedido do MPE para afastamento provisório do prefeito. Além do prefeito, o MPE pediu o afastamento do gerente de finanças e assessor-jurídico da Prefeitura, Nério Vicente de Brida, do gerente de gabinete prefeito, Gilberto Álvaro Pimpinatti, de Marcos Ricco Santelli, Adilson Nunes Jardim e Ramão Derlan de Souza (todos integrantes da Comissão Permanente de Licitação), além de Nério Andrade de Brida e Abdul Rahmen Selem e Abdul Rahmen Selem Júnior, donos da empresa que teria sido beneficiada.

Em nota divulgada à imprensa, o prefeito Zelmo de Brida afirmou estar tranqüilo quanto à decisão judicial, afirmando que a “o Município, através da sua Procuradoria Jurídica, entende o papel do MPE e vê o pedido como processo natural neste tipo de averiguação”. Consta ainda que a empresa A.R. Selem Júnior apresentou os documentos exigidos por lei para participar da licitação, não cabendo a Prefeitura avaliar quando ela foi criada.

O prefeito informou ainda que a licitação foi amplamente divulgada em jornais regionais e no Diário Oficial do Estado, citando que uma das exigências era para que a empresa vencedora da licitação tivesse uma filiar em Naviraí, citando que o Tribunal de Contas decidiu pela regularidade e legalidade do contrato.

Entenda o caso

Segundo denúncias recebidas pelo MPE, a Prefeitura determinou a abertura de um procedimento licitatório para contratação de serviços de publicidade, mas como a empresa do ex-chefe de gabinete do prefeito anterior não foi a vencedora, referido certame foi anulado, abrindo-se nova licitação cujo edital havia sido dirigido para que a empresa A.R. Selem Júnior fosse a vencedora.

O dirigismo da licitação restou demonstrado pois se exigiu que a empresa vencedora tivesse uma filial no município de Naviraí, o que inviabilizou a concorrência de outras empresas que não tenham sede na cidade . A empresa foi criada dois meses antes da licitação, com o intuito exclusivo de participar do processo licitatório.

O objeto desse certame era contratar uma empresa especializada na área de comunicação e publicidade, restando evidente a irregularidade apontada, já que o único cliente da referida empresa era a Prefeitura Municipal de Naviraí, não podendo a mesma ostentar o título de especializada. O MPE apurou que a empresa está registrada em nome de Abdul R. Selem Júnior, porém quem administrava a firma era seu pai, Abdul R. Selem, que havia sido recentemente exonerado do cargo que exercia na Prefeitura.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
Josiane mata de novo em 'A dona do pedaço': saiba quem é a próxima vítima!
NOVELA GLOBAL
'A dona do pedaço': Maria da Paz conhece Gilda, que lhe vende mansão cara
ECLIPSE LUNAR
Eclipse parcial da Lua poderá ser visto em todo o Brasil; veja os horários
BARBÁRIE
Moça de 22 anos é agredida até a morte após se negar a fazer sexo
COMOÇÃO
Jovem Lenara, filha de vice prefeito morre vitima de câncer
100 REMEDIOS
Ministério da Saúde suspende fabricação de 19 remédios;veja aqui a lista dos medicamentos cortados
ABANDONADA NO ALTAR
Morre jovem que casou sozinha após ser abandonada no altar
TRAGEDIA NA RODOVIA
Morte trágica de três pessoas na PR-082, comove população
BRIGA DE FAMILIA
Pai desfere 15 golpes de facão em filho adolescente
VIOLENCIA DOMESTICA
Pai é morto a marteladas pelo filho um dia antes de aniversário