Menu
SADER_FULL
domingo, 25 de agosto de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Moto-taxista que fazia “disque droga” é preso em Caarapó

19 Mar 2007 - 17h36

Acusado de usar a profissão de moto-taxista para vender drogas em Caarapó, a 273 quilômetros de Campo Grande, Elisvaldo Cardoso, foi preso no sábado durante uma operação das polícias Civil e Militar, que prendeu ainda mais três pessoas.

Os policiais chegaram até o moto-taxista depois da prisão de Valdenez de Souza França, acusado de furto e roubo. Ele confessou que furtava e roubava para poder trocar os produtos por entorpecentes com Cardoso e também no local conhecido como “Boca da Neguinha”.

No ponto de comercialização de drogas foram presos Roberto Ortiz Roa (recém saído do regime semi-aberto) e Rubens Alcides Ortiz, ambos por receptação, já que dentro de um fogão foi encontrado um aparelho de som veicular furtado por França.

Já na residência do moto-taxista foram apreendidas 250 gramas de pasta base, três pedras de craque, uma balança de precisão e produtos para ser adicionado à droga para aumentar o volume. Ele já estava sendo investigado pelo SIG (Serviço de Investigações Gerais).

 

 

A Gazeta News

Deixe seu Comentário

Leia Também

A CASA CAIU
Homem pede divórcio ao descobrir que não é pai de nenhum dos nove filhos
ESTADO GRAVE
Homem ateia fogo em mulher e filha de 4 anos 80% do corpo queimado
SURPRESA E FÉ
Homem que morava em uma barraca ganha casa reformada
JUSTIÇA PROPRIAS MÃOS
Suspeito de ter estuprado criança é assassinado por lideranças de bairro
ASSISTA A REPORTAGEM
Família da modelo Mylena Mendes, que morreu em acidente faz protesto no Fórum
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que forjou DNA de Arthur em 'A dona do pedaço'
FOGO NA AMAZONIA
Macron diz que Bolsonaro mentiu, e Europa ameaça retaliar Brasil
TURISMO
Curtir a Cidade Maravilhosa com pacotes de viagens baratos
FUTEBOL - PAIXÃO NACIONAL
Uma estrutura confiável para resultados de futebol
POSSE DE ARMA
Posse de arma em toda extensão da fazenda é aprovada e segue para sanção