Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 21 de maio de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Merenda escolar de Dourados pode ser terceirizada

7 Ago 2007 - 10h04
Pelo menos três empresas que trabalham em vários municípios brasileiros estão de olho nos cerca de 26 mil alunos da rede municipal de educação de Dourados. Propostas de terceirização da merenda escolar foram feitas e estão sendo analisadas pela prefeitura.

Recentemente técnicos de Dourados estiveram em São Paulo conhecendo como funciona o sistema e alguns teriam voltado dispostos a apoiar a iniciativa. Atualmente os alunos são atendidos pelo sistema de escolarização onde cada unidade escolar administra a verba repassada pelo Governo Federal.

O ministério da Educação manda o valor de 0,23 centavos por aluno/dia e segundo o Conselho de Alimentação Escolar de Dourados o dinheiro apesar de parecer pouco é suficiente para os custos de uma boa alimentação.

Dos cerca de 26 estudantes da rede municipal de Dourados menos de seis mil estão fora da escolarização. Eles estudam em centros de educação integradas de distritos e na reserva indígena onde ainda não foi possível a implantação do método por algumas dificuldades operacionais.

De acordo com o secretário de educação de Dourados, Antonio Leopoldo Van Suypenne o que vem sendo feito no município está acima das expectativas e vem servindo de modelo inclusive para outras cidades e ele não vê necessidade na terceirização. “Sei que há algumas dificuldades, mas são localizadas e de fácil resolução do problema. Por isso sou contra a mudança de sistema, mesmo assim dois técnicos nossos estiveram em São Paulo conhecendo como funciona por lá”, disse Leopoldo.

O secretário contou que nas unidades escolares onde o próprio conselho alimentar administra a verba os mantimentos são comprados no comércio onde a escola está instalada, gerando emprego e renda. Ele acredita que isso acaba favorecendo a própria comunidade escolar. “Alguns pais de aluno acabam sendo fornecedores de matéria prima para a merenda que seus filhos consomem no dia-a-dia”, salientou ele.

A proposta de terceirização da merenda escolar deverá ser motivo de discussão na sessão desta noite na Câmara de Vereadores. O vereador Eduardo Marcondes do PMDB disse que não há motivo para mexer em uma coisa que vem dando certo e que os motivos de uma terceirização precisa ser mais bem explicada pela prefeitura de Dourados. Já o petista Tenente Pedro líder do prefeito Tetila na Câmara disse que não motivos para terceirização e que nem sabe porque a idéia vem sendo discutida e até incentivada pela atual administração.

 
 
Dourados News

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Com quadro de AVC, Agnaldo Timóteo é internado na Bahia
MONSTRUOSIDADE
Pai bate em bebê até a morte por ela ter nascido menina
HOMICIDIO - MISTÉRIO
Filho de 9 anos encontra pai morto no banheiro de casa
REENCONTRO
Filhos reencontram mãe em asilo depois de 54 anos
EXPLORAÇÃO SEXUAL
Casal é preso por abusar sexualmente de 14 adolescentes, atraídos por emprego
LESÃO CORPORAL
Com ciúmes, mulher queima marido com ferro de passar
FORAGIDOS
Homens encapuzados incendeiam ônibus do transporte coletivo
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
O Boticário apresenta versões de Creme Acetinado da perfumaria de Botica 214 em Fátima do Sul
CAMPO BELO RESORT - FERIADÃO DE JUNHO
Campo Belo Resort com pacote especial para o feriadão de Corpus Christi, confira e faça sua reserva
MÁ SORTE
Morador do PR diz ter acertado os números da Mega-Sena acumulada, mas caixa não registra cartão