Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 22 de agosto de 2019
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Menino com corpo tomado por bolhas é internado em hospital de Coronel Sapucaia

5 Set 2013 - 13h30Por Dourados News

Após reportagem publicada ontem (4) no Dourados News que relatou o drama de um menino de 4 anos que pode ser vítima da doença conhecida popularmente como ‘fogo selvagem’, e cientificamente como pênfigo, uma mobilização conseguiu atendimento médico para a criança no município de Coronel Sapucaia, na fronteira com o Paraguai.

Segundo o diretor do Lar Cristo Redentor, Aristides Montania, a criança (identificada apenas como ‘Sérgio’) foi internada hoje (5) pela manhã no Hospital Regional. “Ontem a noite retiramos a família do barraco de lona onde viviam, levamos para um hotel, demos comida e roupas. Hoje fomos até o Hospital e conseguimos o atendimento para ele”, disse Montania.

O Dourados News conversou com a médica pediatra Graciela Aquino, que atendeu o menino. Ela disse que o quadro de Sérgio é estável, apesar dele estar desnutrido e com lesões infeccionadas.

“A gente vê que há lesão extensa desde o couro cabeludo ate o pé. Um quadro que, em uma análise preliminar, parece ser de dermatite seborreica difusa. Algumas lesões já apresentam infecção moderada e grave pela extensão. Além disso, está desnutrido. Pesa 13kg quando o ideal na idade dele seria 18kg. Ele vai permanecer internado, mas está estável, comunicativo, hidratado. Está sendo medicado para dor e também com antibióticos para controle da infecção na pele”, explicou a médica.

O garoto permanece internado até que o diagnóstico seja concluído e o hospital o direcione para alguma unidade de saúde onde tenha o tratamento adequado disponível, já que não foi confirmado ainda que ele sofre de pênfigo.

Repercussão gera iniciativa de doações inclusive em outros Estados

O caso do menino Sérgio, que é indígena refugiado de uma aldeia do Paraguai e vivia com a família em um barraco de lona na Linha Internacional, entre Coronel Sapucaia e o município de Capitan Bado, no Paraguai, repercutiu em vários municípios e, inclusive, em outros Estados, com várias pessoas se dispondo a ajudar a família.

“Muitas pessoas fizeram contato com a gente de várias cidades e também de outros Estados. Ficamos até surpresos com o tamanho da mobilização. Perguntam no que podem ajudar, com que tipo de doação, e neste primeiro momento estamos pegando o contato de todos. Primeiro queremos garantir a saúde da criança, e depois vamos precisar de doações para acomodar a família e comprar remédios, e tem muita gente disposta, ficamos muito felizes e agradecemos”, disse Montania, que ainda relatou o interesse de um voluntário em doar uma casa para a família.

Além das doações, o diretor do Lar Cristo Redentor agradeceu também as orientações passadas pelos voluntários.

“Muita gente me ligou orientando sobre como proceder para conseguir o tratamento, já que o menino é paraguaio. Disseram onde teria o tratamento, como fazer, e isso foi de grande serventia também. Só posso dizer que o que está valendo é aquele ditado, de que ‘uma andorinha só não faz verão’, e que a solidariedade está sendo fundamental e vai fazer a diferença na vida de todos”, agradeceu Montania.

Doações e ajuda

Para quem quiser ajudar a família com doações, basta entrar em contato com Aristides Montania por meio dos telefones (67) 99529070 / 99494019.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
Chiclete conta a Vivi a verdade sobre sua vida de matador em 'A dona do pedaço'
DUPLO ASSASSINATO
Vereador e filho foram assassinados dentro de casa
FATALIDADE
Menina de 7 anos é atacada por pitbull e morre na casa dos avós
CRIMINOSO FORAGIDO
Ataque com machadinha deixa alunos e professora feridos em escola
POLEMICA II
Após polêmica, deputado diz que não existe PL de poliamor ou casamento entre mães e filhos
CONFISSÃO
Filhos investigam e descobrem que pai matou a mãe há 37 anos
MAL SUBITO
Policial militar tem mal súbito e morre no mesmo dia que descobriu que seria pai
NOVELA GLOBAL
Régis oferece vender loja para dar dinheiro a Maria da Paz em 'A dona do pedaço'
POLÊMICA
Vale Tudo: projeto libera casamento entre mães e filhos e revolta MS
100 VERBAS
Emissão de CPF e restituição do IR podem ser suspensas pela Receita