Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 18 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Menino com corpo tomado por bolhas é internado em hospital de Coronel Sapucaia

5 Set 2013 - 13h30Por Dourados News

Após reportagem publicada ontem (4) no Dourados News que relatou o drama de um menino de 4 anos que pode ser vítima da doença conhecida popularmente como ‘fogo selvagem’, e cientificamente como pênfigo, uma mobilização conseguiu atendimento médico para a criança no município de Coronel Sapucaia, na fronteira com o Paraguai.

Segundo o diretor do Lar Cristo Redentor, Aristides Montania, a criança (identificada apenas como ‘Sérgio’) foi internada hoje (5) pela manhã no Hospital Regional. “Ontem a noite retiramos a família do barraco de lona onde viviam, levamos para um hotel, demos comida e roupas. Hoje fomos até o Hospital e conseguimos o atendimento para ele”, disse Montania.

O Dourados News conversou com a médica pediatra Graciela Aquino, que atendeu o menino. Ela disse que o quadro de Sérgio é estável, apesar dele estar desnutrido e com lesões infeccionadas.

“A gente vê que há lesão extensa desde o couro cabeludo ate o pé. Um quadro que, em uma análise preliminar, parece ser de dermatite seborreica difusa. Algumas lesões já apresentam infecção moderada e grave pela extensão. Além disso, está desnutrido. Pesa 13kg quando o ideal na idade dele seria 18kg. Ele vai permanecer internado, mas está estável, comunicativo, hidratado. Está sendo medicado para dor e também com antibióticos para controle da infecção na pele”, explicou a médica.

O garoto permanece internado até que o diagnóstico seja concluído e o hospital o direcione para alguma unidade de saúde onde tenha o tratamento adequado disponível, já que não foi confirmado ainda que ele sofre de pênfigo.

Repercussão gera iniciativa de doações inclusive em outros Estados

O caso do menino Sérgio, que é indígena refugiado de uma aldeia do Paraguai e vivia com a família em um barraco de lona na Linha Internacional, entre Coronel Sapucaia e o município de Capitan Bado, no Paraguai, repercutiu em vários municípios e, inclusive, em outros Estados, com várias pessoas se dispondo a ajudar a família.

“Muitas pessoas fizeram contato com a gente de várias cidades e também de outros Estados. Ficamos até surpresos com o tamanho da mobilização. Perguntam no que podem ajudar, com que tipo de doação, e neste primeiro momento estamos pegando o contato de todos. Primeiro queremos garantir a saúde da criança, e depois vamos precisar de doações para acomodar a família e comprar remédios, e tem muita gente disposta, ficamos muito felizes e agradecemos”, disse Montania, que ainda relatou o interesse de um voluntário em doar uma casa para a família.

Além das doações, o diretor do Lar Cristo Redentor agradeceu também as orientações passadas pelos voluntários.

“Muita gente me ligou orientando sobre como proceder para conseguir o tratamento, já que o menino é paraguaio. Disseram onde teria o tratamento, como fazer, e isso foi de grande serventia também. Só posso dizer que o que está valendo é aquele ditado, de que ‘uma andorinha só não faz verão’, e que a solidariedade está sendo fundamental e vai fazer a diferença na vida de todos”, agradeceu Montania.

Doações e ajuda

Para quem quiser ajudar a família com doações, basta entrar em contato com Aristides Montania por meio dos telefones (67) 99529070 / 99494019.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares