Menu
SADER_FULL
domingo, 21 de outubro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

MEC autoriza 4 cursos de direito e 2 de medicina

8 Jul 2004 - 13h38
O Ministério da Educação anunciou ontem a autorização para o funcionamento de quatro novos cursos de direito e outros dois de medicina em instituições de ensino superior privadas, dentro dos novos critérios definidos em maio.

Entre esses parâmetros, foram considerados o índice de desenvolvimento da região em que as vagas serão abertas e o número de profissionais em relação à população.

A homologação dos cursos de medicina foi suspensa em 2003 a pedido do Conselho Nacional de Saúde ainda na gestão do ex-ministro Cristovam Buarque, hoje senador (PT-DF). Já no caso do direito, a suspensão foi determinada pelo ministro Tarso Genro (Educação) em fevereiro deste ano após solicitação da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

Outros dois pedidos de abertura de vagas de medicina para a capital paulista tiveram seus processos reenviados ao CNE (Conselho Nacional de Educação), responsável por conceder parecer nesse tipo de curso.
O ministro não divulgou o nome das instituições. A Folha apurou que os pedidos a serem analisados novamente são da Anhembi-Morumbi e da Unip (Universidade Paulista).

Em reunião entre Tarso e o CNE ficou definido ainda que será realizado um seminário para discutir os critérios para a expansão do ensino superior.

Em maio, o ministério suspendeu por 180 dias o recebimento de pedidos de credenciamento de novas instituições e de autorizações de novos cursos de graduação e seqüenciais, mesmo fora da sede.

Com as autorizações divulgadas ontem, serão 450 novas vagas nos cursos de direito ao ano e 180 em medicina.

As instituições que tiveram vagas autorizadas para direito foram Faculdade Metodista de Santa Maria (RS), cidade onde Tarso se formou, Faculdade Taboão da Serra, em Taboão da Serra (SP), Faculdades Integradas do Extremo Sul da Bahia, em Eunápolis, e Faculdades Integradas Iesgo, em Formosa (GO). Já os de medicina são da Faculdades Integradas Maria Coelho Aguiar, em Rondônia, e Centro Universitário do Espírito Santo.

 

 

Folha Online


Deixe seu Comentário

Leia Também

DISPUTA ACIRRADA
Vox Populi: Distância cai para 6 pontos
AGRESSÃO
Justiça manda penhorar bens de Dado Dolabella para pagar indenização a camareira agredida
HOMICÍDIO - 17 TIROS
Empresário é morto com 17 tiros; acusados estão detidos
ACIDENTE DE TRANSITO
Carros capotam após batida; criança de 5 anos ficou ferida
POLITICA
TSE abre investigação para apurar suposto crime eleitoral de Bolsonaro
FAMOSIDADES
Jair Bolsonaro teria causado a separação de Neymar e Bruna Marquezine
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Após suborno e tentativa de estupro, Remy se entrega a polícia para deixar Luzia livre
REALITY SHOW
Perlla é eliminada de A Fazenda com 22,64% dos votos
RETA FINAL
'Segundo sol': Antes de ir para a cadeia, Luzia pede: 'Continuem procurando por Remy! Ele está vivo!
CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'