Menu
SADER_FULL
terça, 16 de julho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Maradona se recusa a comentar sobre queda do Brasil

2 Jul 2010 - 18h05Por Folha Online

A entrevista coletiva era sobre o confronto entre Argentina e Alemanha, mas a derrota da véspera do Brasil para a Holanda, também pelas quartas de final da Copa, foi um dos principais assuntos abordados pelos jornalistas argentinos para Maradona. Mesmo assim, o técnico declarou: "Isso é um problema deles".

Durante todo o período, Diego preferiu minimizar o assunto. "Penso na Argentina. Tenho coisas mais importantes para me preocupar. Não pensamos em quem perde, somente na nossa partida", reproduziu o diário local "Olé".

Os repórteres insitiram. Sem os brasileiros, o time seria mais candidato ao título do que nunca? O ex-jogador respondeu: "Não, não é candidato e nem favorito. Para ganharmos, vamos ter que jogar melhor e deixar a pele no gramado, nada mais. A Alemanha é um rival que historicamente sempre nos foi complicado. Porém, se mantivermos a posse de bola, temos boas chances. E não vamos ficar falando deles como ficaram fazendo com a gente", completou, já na Cidade do Cabo.

Os times entram em campo neste sábado, às 11h (de Brasília).

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGEDIA NA RODOVIA
Morte trágica de três pessoas na PR-082, comove população
BRIGA DE FAMILIA
Pai desfere 15 golpes de facão em filho adolescente
VIOLENCIA DOMESTICA
Pai é morto a marteladas pelo filho um dia antes de aniversário
NÃO QUER QUE ELE USE
Mãe apaga narguilé do filho adolescente e leva chinelada
NOVELA GLOBAL
Régis confessa que está apaixonado de verdade por Maria da Paz em 'A dona do pedaço'
VAQUINHA VIRTUAL
Com dinheiro de vaquinha, morador de rua que ajudou idosa durante temporal no Rio compra casa
DURANTE MISSA
Padre Marcelo Rossi cai do altar após ser empurrado em missa
ASSASSINATO
Prefeito é morto a tiros por vereador após discussão
ATROPELAMENTO FATAL
Freira Franciscana coordenadora de catequese morre atropelada por carro
ASSASSINATO
Homem é morto na frente da filha de 11 anos por causa de dívida