Menu
SADER_FULL
terça, 18 de dezembro de 2018
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Maradona se recusa a comentar sobre queda do Brasil

2 Jul 2010 - 18h05Por Folha Online

A entrevista coletiva era sobre o confronto entre Argentina e Alemanha, mas a derrota da véspera do Brasil para a Holanda, também pelas quartas de final da Copa, foi um dos principais assuntos abordados pelos jornalistas argentinos para Maradona. Mesmo assim, o técnico declarou: "Isso é um problema deles".

Durante todo o período, Diego preferiu minimizar o assunto. "Penso na Argentina. Tenho coisas mais importantes para me preocupar. Não pensamos em quem perde, somente na nossa partida", reproduziu o diário local "Olé".

Os repórteres insitiram. Sem os brasileiros, o time seria mais candidato ao título do que nunca? O ex-jogador respondeu: "Não, não é candidato e nem favorito. Para ganharmos, vamos ter que jogar melhor e deixar a pele no gramado, nada mais. A Alemanha é um rival que historicamente sempre nos foi complicado. Porém, se mantivermos a posse de bola, temos boas chances. E não vamos ficar falando deles como ficaram fazendo com a gente", completou, já na Cidade do Cabo.

Os times entram em campo neste sábado, às 11h (de Brasília).

Deixe seu Comentário

Leia Também

A QUE PONTO CHEGAMOS
Mãe mata o próprio filho após ser flagrada com amante pelo menino
MINÍSTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Tereza Cristina anuncia seis secretários para Ministério
FAMOSIDADES
Silvio Santos se pronuncia sobre polêmica com Claudia Leitte e reage a campanha feminista
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Sóstenes cometeu crime por amor a Luz
ABUSO SEXUAL
João de Deus se entrega para a polícia
ACIDENTE
Criança de dois anos se enforca com a alça da bolsa enquanto brincava em escola
CASO JOÃO DE DEUS
Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia
PRISÃO DECRETADA
Justiça de Goiás decreta prisão de João de Deus
STARTUPS NO BRASIL JÁ É SUCESSO
O sucesso das startups no Brasil e algumas novas apostas no mercado
REVOLTANTE
Filha de João de Deus diz que foi abusada dos 10 aos 14 anos: 'Meu pai é um monstro'