Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 17 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Mãe é presa após filmar filha de 2 anos fumando maconha

17 Set 2010 - 07h42Por BBC Brasil

Uma norte-americana do estado de Ohio, nos EUA, foi presa e indiciada nesta semana por supostamente ensinar a filha de dois anos de idade a fumar maconha.

A mãe teria filmado a cena em seu telefone celular e depois enviado o filme a um amigo que, por sua vez, entrou em contato com as autoridades.

Jessica Gamble, 21 anos, de Springfield Township, foi acusada de corromper uma criança com drogas e colocar uma menor em risco, e tentar alterar as provas do processo, ao tentar apagar o vídeo de seu celular.

"O que é mais perturbador é pensar que uma mãe deu maconha à sua filha de dois anos de idade", disse o promotor de Hamilton County, Ohio, Joseph Deters.

"Vai além do perturbador quando você vê o vídeo e vê um bebê manipulando o cigarro de maconha com facilidade, e se dá conta de que ela provavelmente fez isso mais de uma vez."

Na ocasião da prisão, Deters afirmou que "algumas pessoas nunca deviam ter filhos".

Jessica Gamble está presa e pode ser condenada a pelo menos seis anos e meio de prisão pelas acusações de corromper uma criança com drogas e colocar a sua vida em perigo.

As autoridades retiraram a menina de casa e ela agora está sob o cuidado de parentes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat