Menu
SADER_FULL
segunda, 25 de junho de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Lula e parlamentares discutem novo valor do salário mínimo

13 Dez 2004 - 13h23
O novo valor do salário mínimo deve centralizar as discussões da agenda política desta semana. De acordo com o vice-presidente do Congresso Nacional, senador Paulo Paim (PT-RS), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva participará na quarta-feira (15) de um jantar para discutir o novo valor do mínimo e a correção da tabela de imposto de renda com os senadores do PT. O encontro deve acontecer na casa do senador Aloízio Mercadante (PT-SP).

"Esses dois assuntos vão ser os temas do debate com o presidente, com o diálogo que vamos ter na quarta-feira", explica o senador que é um dos principais interlocutores no Congresso nas negociações sobre o novo valor do mínimo. Nesta terça-feira (14), a bancada governista vai se reunir para discutir o assunto.

As discussões acontecem na semana em que cerca de dois mil trabalhadores são esperados em Brasília para a Marcha por um Salário Mínimo Digno. A marcha organizada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) deve chegar a Brasília na quarta-feira. Os trabalhadores farão um ato público na Esplanada dos Ministérios reivindicando um reajuste para R$ 300 em janeiro.

A centrais sindicais também devem se reunir na quarta-feira para tratar da questão. Paulo Paim diz que, em conversas que tem mantido no Congresso, há unanimidade de que o valor do mínimo deve ultrapassar R$ 300. "Todos são unânimes de que o salário mínimo este ano devia ultrapassar a barreira dos R$ 300. Esperamos que ele aconteça. Se for R$ 300 em janeiro, eu acho que é uma boa pedida. Se for em 1º de maio, que ele ultrapasse a barreira R$ 300. Sei que o presidente está sensível a esse debate", ponderou.

No sábado, o ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, declarou que a proposta do governo é de um reajuste para R$ 300 a vigorar a partir de maio de 2005, ou de R$ 290, a partir de janeiro. Atualmente o valor do salário mínimo é de R$ 260.

O relator do orçamento, senador Romero Jucá (PMDB-RR), por sua vez, diz que qualquer valor maior do que o previsto no orçamento - que é de R$ 283 - deve ser estudado com cautela. Segundo ele, grande parte dos prefeitos é contra um reajuste maior devido às dificuldades de pagar as contas dos municípios. Romero Jucá declarou que também deve se reunir nesta semana com o presidente Lula para tratar do reajuste.

Nesta segunda-feira (13), o presidente Lula participa de reunião com os ministros da coordenação política para definir o novo valor do salário mínimo.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENTRETENIMENTO - SAÚDE
Padre Fábio de Melo sofre da síndrome do pânico e fala como administra a doença
NOVELA GLOBAL
'Segundo Sol': Laureta revela para a família de Rosa que ela é prostituta
GOVENO NÃO CUMPRE
Caminhoneiros anunciam nova paralisação, mas trabalhadores de MS não devem participar
RAIVA HUMANA
Morte de turista por raiva humana é confirmada em Ubatuba
NOVELA GLOBAL
Valentim sofre grave acidente de carro
INACEITAVEL
Mãe de jovem morto no Rio: “É um Estado doente que mata criança com roupa de escola”
HAJA CORAÇÃO
Neymar é o autor do gol mais tardio, em tempo normal, de uma Copa na história
COPA DO MUNDO
No sufoco, Brasil supera a Costa Rica e consegue primeira vitória na Copa do Mundo
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Rosa coloca fim em relação com Ícaro e ele toma atitude
SAUDE
Mulher dá a luz em calçada no Cajuru