Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 9 de dezembro de 2019
SADER_FULL
Busca
DIAMONT EVENTOS
Brasil

Lula diz que criança é prioridade na área social

17 Jul 2004 - 07h08
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirma que pretende discutir, na próxima semana, com os ministros da área social com o objetivo de "decretar uma guerra" contra os problemas no setor. Segundo Lula, a prioridade são as questões envolvendo crianças, adolescentes e jovens.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o presidente ressaltou que a "guerra" é contra o estado de calamidade que envolve milhões de crianças no Brasil. "É preciso encontrar um carro-chefe" para as políticas de proteção aos menores", destacou Lula.

Segundo ele, quem tem 44 programas termina não tendo nenhum. "É melhor definir uma política que seja o carro-chefe e, atrás dela, ter outras políticas, do que você ficar tentando em cada ministério cuidar de um pedacinho daqui, um pedacinho dali", enfatizou.

O presidente, porém, não comentou o fato de o Ministério do Desenvolvimento Social ter sido criado, em janeiro, justamente com esse fim agregador ou que o Fome Zero e, posteriormente, o Bolsa-Família teriam, em tese, a função de "carro-chefe".

 

 

Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

NATAL O BOTICÁRIO
Campanha de Natal do Boticário incentiva as pessoas a doarem amor
ESPECIAL IDB - TURISMO
Conheça a maior cachoeira do Estado e a nova trilha do passeio Boca da Onça Ecotour
POLEMICA
Silvio Santos é acusado de racismo; candidata eliminada desabafa: 'Constrangida'
INCIDENTE FATAL
Adolescente morre ao usar celular ligado na tomada para ouvir música
MOMENTOS DA GOLEADA
Flamengo demonstra arrogância e culpa Mundial por goleada sofrida pelo Santos
FAMOSIDADES
Bruna Marquezine posta de biquini e aproveita dia de sol no rio após volta para casa
ASSASSINATO
Atentado em aldeia deixa dois índios mortos e dois feridos
FAMOSIDADES
Samantha Schumutz e Marcus Majela brigam feio nos bastidores e são apartados por equipe
FOREX NO BRASIL
Como Investir em Forex no Brasil
SONHO DE CONSUMO
Cota para comprinhas no Paraguai vai para mil dólares